PUBLICIDADE

Topo

Quem foi Bertha Lutz, uma das personagens essenciais para o voto feminino

Bertha Lutz, coleção os pensadores da educação - Wikimedia commons
Bertha Lutz, coleção os pensadores da educação Imagem: Wikimedia commons

Karina Hollo

Colaboração para Universa

25/02/2021 10h35

Nascida em São Paulo, em 1894, Bertha Maria Júlia Lutz era filha do cientista Adolfo Lutz e da enfermeira inglesa Amy Fowler. Formada em ciências naturais na França e em direito no Brasil, foi pesquisadora do Museu Nacional do Rio de Janeiro, especializou-se em anfíbios. Sua atuação inspirou a nomeação de uma espécie de perereca - a Aplastodiscus lutzorum - e de raia, a Hypanus berthalutzea. Mas foi no feminismo e na educação brasileira onde Bertha mais se destacou.

Ela foi servidora pública em um tempo em que poucas mulheres trabalhavam em postos do governo e sua trajetória política se confunde com a história do movimento pelo sufrágio feminino no Brasil. Ainda estudante na Sorbonne, em Paris, teve contato com o movimento feminista inglês. Pouco tempo depois, fundou na então capital federal a Liga para a Emancipação Intelectual da Mulher, formada por um grupo de mulheres de classe média e alta escolaridade.

Tem em seu currículo a organização do I Congresso Feminista do Brasil, representou as brasileiras na Assembleia Geral da Liga das Mulheres Eleitoras, nos Estados Unidos, e ajudou a fundar a Federação Brasileira pelo Progresso Feminino, que reivindicava o voto feminino. Também incentivou o estudo superior entre as brasileiras.

Em 24 de fevereiro de 1932, o presidente Getúlio Vargas garantiu o direito de voto feminino no país. Um ano depois, Bertha se formava em direito no Rio de Janeiro e, três anos mais tarde, se tornava deputada federal. Lutou pela igualdade de gênero, defendeu os direitos femininos, equiparação de salários e direito à licença-maternidade.

Conheça Bertha Luthz

Quer saber mais sobre essa mulher pioneira e à frente do seu tempo? Confira nossas sugestões de livros. Além deles, na Amazon você encontra dois e-books essenciais para saber ainda mais sobre este símbolo feminino brasileiro.

"Bertha Lutz", de Teresa Cristina de Novaes Marques, conta a trajetória parlamentar da servidora pública em um tempo em que poucas mulheres atuavam na administração pública e colaboradora da diplomacia brasileira em momentos cruciais e seus principais discursos. "O Voto Feminino no Brasil", da mesma autora, conta outros fatos e curiosidades da história da luta pelos direitos políticos femininos em linguagem acessível e descontraída.

Confira abaixo as nossas dicas:

A Função Educativa Dos Museus, Bertha Lutz - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

A Função Educativa Dos Museus, por Bertha Lutz

Preço: R$ 375,34

Em 1932, Bertha Lutz ganha uma bolsa de estudos para estudar o papel educativo dos museus norte-americanos. Em dois meses, visita 58 instituições lançando seu olhar principalmente aos serviços oferecidos às crianças. Um texto claro e objetivo no qual são discutidas questões referentes ao trabalho educativo e de temas de museografia.

A Concepção de Museu Educativo na Produção Científica de Bertha Lutz, André Luiz Venâncio Júnior - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

A Concepção de Museu Educativo na Produção Científica de Bertha Lutz, por André Luiz Venâncio Júnior

Preço: R$ 357,12

O trabalho de pesquisa e de investigação de Bertha Lutz, naturalista do Museu Nacional entre 1922 a 1932, propôs uma nova perspectiva em torno da função educativa dos museus no Brasil que influência a museologia e a educação até os dias de hoje.

Extraordinárias: mulheres que revolucionaram o Brasil - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

Extraordinárias: Mulheres que revolucionaram o Brasil, por Duda Porto de Souza

Preço: R$ 44,90

O livro conta a história de Bertha Lutz e também de Dandara, do Quilombo dos Palmares, Niède Guidon, que descobriu os registros rupestres mais importantes do Brasil, Indianara Siqueira, uma das lideranças mais atuantes da comunidade trans, entre outras brasileiras que fizeram história e impactaram a nossa vida.

A reforma sufragista, de Cynthia Semíramis - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

A Reforma Sufragista: origem da igualdade de direitos entre mulheres e homens no Brasil, por Cynthia Semíramis

Preço: R$ 14,70

A igualdade jurídica entre mulheres e homens estabelecida na Constituição de 1988 não foi conquistada do dia para a noite. Ela é fruto de uma longa caminhada. Este livro discorre sobre o primeiro passo decisivo desta jornada: a conquista do voto feminino, em 1932.

O livro do feminismo, vários autores - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

O Livro do Feminismo, por vários autores

Preço: R$ 39,90

O livro explora a luta por igualdade ao longo da história. Escrito em linguagem clara e recheado de imagens, infográficos e boxes que vão direto ao ponto e explicam as teorias mais complexas sobre esse movimento tão fascinante e diverso. Para quem é feminista desde sempre ou está em busca de informações para se inspirar e se engajar.

Mulheres, cultura e política, Angela Davis - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

Mulheres, cultura e política, por Angela Davis

Preço: R$ 38,39

Nessa compilação de discursos e artigos, a ativista política Angela Davis, autora de Mulheres, Raça e Classe, apresenta um balanço de sua luta por uma mudança social progressista. Dividida em três eixos temáticos, "Sobre as mulheres e a busca por igualdade e paz", "Sobre questões internacionais" e "Sobre educação e cultura", a obra aborda as mudanças políticas e sociais pelas quais o mundo passou nas últimas décadas em relação à igualdade racial, sexual e econômica.

As mulheres na política local, de Claudia de Faria Barbosa - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

As Mulheres na Política Local: Entre as Esferas Pública e Privada, por Claudia de Faria Barbosa

Preço: R$ 38,50

Ao enveredar sobre a questão das mulheres na política local, Claudia Barbosa investiga os múltiplos dilemas sobre o lugar das mulheres na esfera pública e evidencia aspectos de lutas pessoais e coletivas na busca de ações para a promoção da dignidade e da cidadania.

Mulheres e roupas: as feministas da federação brasileira pelo progresso feminino na belle époque carioca - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

Mulheres e roupas: as feministas da federação brasileira pelo progresso feminino na belle époque carioca (1922-1936), por Herculanum Ghirello-Pires

Preço: R$ 21,43

A relação das mulheres com a moda é examinada por meio das feministas que atuaram na Federação Brasileira pelo Progresso Feminino, criada em 1922, no Rio de Janeiro, por Bertha Lutz (1894-1976), que desempenhou papel fundamental na luta pelos diretos sociais e políticos dos segmentos femininos, à educação e ao voto.

Breve história do feminismo no Brasil e outros ensaios, Maria Amélia de Almeida Teles - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

Breve história do feminismo no Brasil e outros ensaios, por Maria Amélia de Almeida Teles

Preço: R$ 60,00

Nova edição ampliada da obra clássica sobre o movimento feminista brasileiro de Maria Amélia de Almeida Teles inclui seis novos ensaios, que analisam as pautas da luta feminista nos últimos anos, levando em conta as cicatrizes deixadas pela ditadura militar, enfatizando a participação das mulheres na luta armada e na utilização da sexualidade e da maternidade pelo sistema para intensificar a tortura e o extermínio.

Mulheres na luta: 150 anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade, Marta Breen e Jenny Jordahl - Divulgação/Amazon - Divulgação/Amazon
Imagem: Divulgação/Amazon

Mulheres na luta: 150 anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade, por Marta Breen e Jenny Jordahl

Preço: R$ 44,90

O movimento feminista em quadrinhos, para jovens e adultos. Há 150 anos, a vida das mulheres era muito diferente: elas não podiam tomar decisões sobre seu corpo, votar ou ganhar o próprio dinheiro. Quando nasciam, os pais estavam no comando; depois, os maridos. O cenário só começou a mudar quando elas passaram a se organizar e a lutar por liberdade e igualdade!

Antes, uma dica: para você que prefere ler virtualmente, é possível encontrar essas obras no Kindle Unlimited, serviço da Amazon que reúne mais de um milhão de e-books, é gratuito no primeiro mês e custa R$ 19,90 após a promoção.

* Os preços e a lista foram checados no dia 23/02/2021 para atualizar esta matéria. Pode ser que eles variem com o tempo.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.