PUBLICIDADE

Topo

Institutos Plano de Menina e Free Free criam rede de apoio à ONGs femininas

Institutos lançam Plano Free Free, holding de impacto social para meninas e mulheres no Brasil - Tassii/Getty Images
Institutos lançam Plano Free Free, holding de impacto social para meninas e mulheres no Brasil Imagem: Tassii/Getty Images

Nathália Geraldo

De Universa

12/06/2020 17h34

Com a ideia de gerar impacto real na vida das brasileiras, mesmo durante os tempos de pandemia, os institutos Plano de Menina e Free Free criaram holding para capacitar meninas e mulheres nos âmbitos emocional e financeiro, oferecendo ferramentas para que quem está em vulnerabilidade consiga independência.

O Plano Free Free, de acordo com as instituições, atuará como uma rede de aceleração de ONGs femininas — gerenciadas por elas e destinadas a elas. "O público são as ONGs pequenas, que são feitas de mulher para mulher", explica a CEO do Plano de Menina, Viviane Duarte.

"Nós já estamos em dez estados e fazemos jornadas de oito meses de curso com meninas para desenvolver a parte técnica e a profissional delas. Depois, as meninas formam um banco de talentos", explica Viviane. "Já impactamos mais de 3 mil meninas, mas a minha ideia sempre foi ter uma holding".

O Instituto Free Free, por sua vez, atua socialmente com ações contra violência e desigualdade de gênero, atendendo, por exemplo, mulheres vítimas de violência doméstica e que não têm autonomia financeira. Unidos, os institutos pretendem promover capacitação para as meninas a partir de 12 anos até as mulheres de 60. O foco será na transformação efetiva que o terceiro setor pode causar na vida delas.

"A gente olha para as ONGs internacionais, que estão aqui no Brasil, fazem documentários sobre essas meninas e nos perguntamos: quantas delas foram impactadas? Eu vim da periferia e vi muitas indo lá tirar foto da nossa geladeira e nunca mais voltar para gerar um impacto real", comenta a representante do Plano de Menina.

Para Yasmine Sterea, CEO do Free Free, a aplicação da metodologia do projeto para as ONGs é uma forma de contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária. "Quando empoderamos meninas e mulheres a serem protagonistas de suas histórias e alcançarem a liberdade física e saúde emocional, damos a elas a oportunidade de ser uma agente de transformação de sua vida e de muitos ao seu redor. Trabalhamos para um Brasil com menos desigualdade de gênero e mais mulheres na liderança".

As ONGs cadastradas receberão cursos promovidos pela holding e apoio dos investidores em rede do projeto. As mulheres que estão à frente dessas ONGs devem procurar a Free Free para se cadastrar.

Direitos da mulher