PUBLICIDADE

Topo

Rafa Brites sobre Dia da Mulher: 'Não precisa de flores, mas de respeito'

Rafa Brites - Marcelo Sá Barretto/AgNews
Rafa Brites Imagem: Marcelo Sá Barretto/AgNews

De Universa, em São Paulo

05/03/2020 11h42

Rafa Brites publicou hoje em seu Instagram um texto sobre o Dia Internacional das Mulheres, 8 de março. Na publicação, a influenciadora abordou vários assuntos, desde a igualdade de direitos entre homens e mulheres no mercado de trabalho até o direito em usar a roupa que quiser.

"Não preciso de flores, preciso de respeito! Não preciso que pague minha conta; quero ganhar igual pelo meu trabalho. Não preciso que abra a porta do carro; só não quero ouvir: 'tinha que ser mulher', no trânsito", escreveu.

"Quando uma criança aprontar, não pergunte se a mãe dela não deu educação. Ela tem um pai", continuou Rafa, que é mãe de Rocco, de seu relacionamento com o jornalista Felipe Andreoli.

"Quando me cruzar pode olhar no fundo dos meus olhos. Você sentirá algo mais profundo do que olhando pra minha bunda (...) Quando eu usar uma roupa curta que te deixe desconfortável, isso diz mais sobre você do que sobre mim. Vá se tratar! Não quero respeito porque você virou pai de menina ou porque tem uma mãe e as defende . Exijo respeito porque sou igual a você e tenho os mesmos direitos", acrescentou.

Não preciso de FLORES; preciso de RESPEITO! Não preciso que pague minha conta; quero ganhar igual pelo meu trabalho. Não preciso que abra a porta do carro; só não quero ouvir: "tinha que ser mulher", no trânsito. Não preciso que puxe a cadeira no restaurante; puxe assunto sobre meus planos e ideias. Não preciso que pergunte no final: "foi bom pra você?" Me olhe durante e saberá se está bom. Não preciso que me chame de super mulher por dar conta de tudo; simplesmente ajude. Não preciso que venere ou deseje meu corpo; respeite-o. Quando eu fizer algo bom; não diga que sou caprichosa, sou competente. Quando eu pegar a melhor vaga não é porque eu sou esforçada; é porque sou inteligente. Quando uma criança aprontar, não pergunte se a mãe dela não deu educação. Ela tem um pai. Quando me cruzar pode olhar no fundo dos meus olhos. Você sentirá algo mais profundo do que olhando pra minha bunda. Quando vir duas mulheres se beijando, não é pornografia, parte do seu imaginário. É amor e você não faz parte disso. Quando eu questiono e argumento sobre tudo, não estou sendo chata nem estou de tpm só não estou sendo rasa. Quando eu usar uma ROUPA CURTA QUE TE DEIXE DESCONFORTÁVEL, isso diz mais sobre VOCÊ do que sobre mim. VÁ SE TRATAR! Não quero respeito porque você virou pai de menina ou pq tem uma mãe e as defende . Exijo respeito porque sou IGUAL a você e tenho os mesmos direitos. Não precisamos de homens para nos proteger de outros homens. Apenas não nos ataquem, não nos boicotem, não nos menosprezem, nem nos oprimam. Estamos juntos nessa caminhada. Nenhum passo a frente, nenhum passo atrás. #tbtexto #diadamulher #respeito #mulher

Uma publicação compartilhada por Rafa Brites (@rafabrites) em

Direitos da mulher