Topo

Ex-pugilista Oscar de la Hoya é processado por abuso sexual

Oscar de La Hoya teria inserido o punho na vagina de uma mulher após ela dizer não - Ethan Miller/Getty Images
Oscar de La Hoya teria inserido o punho na vagina de uma mulher após ela dizer não Imagem: Ethan Miller/Getty Images

De Universa, em São Paulo

21/10/2019 14h08

O ex-pugilista Oscar de la Hoya foi processado por uma mulher que afirma que o norte-americano a abusou sexualmente.

Os detalhes da denúncia, protocolada em Los Angeles, foram divulgados pelo site TMZ na tarde de hoje.

Nela, a mulher, que é enfermeira e usa o apelido Jane Doe como forma de manter o anonimato, disse que conheceu o ex-pugilista em 2016.

Segundo ela, os dois mantiveram um relacionamento consensual por alguns meses até que, em novembro de 2017, um convite de Hoya deu início ao abuso.

Neste período, segundo o TMZ, o norte-americano comprou uma casa em Pasadena e chamou a enfermeira para conhecer o imóvel. Ao chegar no local, Jane Doe viu no local várias garrafas de álcool e "uma sacola com o que parecia ser cocaína".

A mulher afirmou que, durante o encontro, Hoya ficou bêbado e a chamou para novas "experiências sexuais". Ao rejeitar o pedido, ele teria ficado frustrado e começou a usar a força, segurando a enfermeira e chegando a colocar o punho dentro de sua vagina.

Jane Doe falou que, depois disto, começou a gritar e viu que o ex-pugilista estava rindo da situação - além de pedir para ela ingerir a bebida alcoólica.

A mulher, alegou ter saído da casa e que a agressão de Hoya deixou um inchaço no local. Ela precisou receber medicação prescrita durante uma consulta de urgência.

Procurado pelo TMZ, a defesa de Hoya não se manifestou até o momento.

Violência contra a mulher