Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Globo estreia série com travesti, mãe solo e mostra exaustão de professores

Segunda Chamada: sucesso naTV e nas redes sociais  - Divulgação / TV Globo
Segunda Chamada: sucesso naTV e nas redes sociais Imagem: Divulgação / TV Globo

De Universa

09/10/2019 18h59

Foi ao ar ontem, depois de Filhos da Pátria, o primeiro episódio da série Segunda Chamada, na TV Globo. A personagem principal é Lúcia (Debora Bloch): uma professora que passou três anos afastada depois de presenciar a morte de um aluno em sala de aula. Quando decide voltar, ela assume a turma de ensino voltado para jovens e adultos (EJA).

Baseada em histórias de pessoas reais, o que não falta no núcleo é diversidade: Linn da Quebrada interpreta Natasha, uma travesti que sofre com o preconceito. Solange (Carol Duarte) é mãe solo e leva o bebê para a aula por não ter com quem deixá-lo. No enredo também estão presentes Maicon Douglas (Felipe Simas), um motoboy que foi pai na adolescência e Rita (Nanda Costa), mãe de três crianças.

Com tantos personagens fortes, a série é um prato cheio para os debates sociais. No Twitter, muita gente se emocionou:

A cena de Natasha em dúvida sobre qual banheiro usar por medo da reação negativa das pessoas foi uma das mais fortes:

Assim como o momento em que ela enfrenta um colega preconceituoso:

E a sutileza dos detalhes:

E foi impossível conter a emoção no final, com os depoimentos de pessoas reais:

Resumindo, o espírito foi um só:

Stalkeadas