Topo

Direitos da mulher


Tratamento de fertilização é negado à mulheres obesas, diz especialista

Pesquisadora britânica sugere que mulheres obesas têm sido recusadas em tratamentos de fertilidade - Getty Images/iStockphoto
Pesquisadora britânica sugere que mulheres obesas têm sido recusadas em tratamentos de fertilidade Imagem: Getty Images/iStockphoto

Da Universa

14/04/2019 19h49

Uma pesquisa feita pela Universidade de Oxford sugere que o National Health Service (Serviço Nacional de Saúde, em português) do Reino Unido tenha negado tratamentos de fertilização in vitro a quem é considerada obesa baseando-se no Índice de Massa Corporal (IMC) das pacientes.

A pesquisadora Rebecca Brown, que comandou o estudo, afirma que ainda há uma crença de que algumas mulheres estão acima do peso "por opção", e médicos acreditam que elas se tornaram inférteis como consequência disso. O NHS justifica a negativa do tratamento dizendo que a FIV é muito cara e "ineficaz" para pessoas obesas, por isso os casos são negados por conta de limitação de verba no sistema público de saúde.

Brown argumenta que dados de alta qualidade de ensaios clínicos, que o NHS exige para outros tratamentos, são mais raros ou praticamente ausentes para fertilização in vitro. "Há uma falta de evidência sobre a eficácia da FIV em qualquer pessoa", não só em pessoas obesas, disse Brown em entrevista ao "The Independent".

"Quando organizações como o NICE [Instituto Nacional de Saúde e Excelência em Cuidados, em português] e o NHS se envolvem, recusando-se a fornecer tratamentos às pessoas com base em sua obesidade, isso reforça essa distinção de que essas pessoas não podem ser ajudadas pelos mecanismos normais", avalia a especialista.

"Se isso for apoiado por evidências realmente boas, não acho ilegítimo usar a obesidade como um critério. Se é realmente perigoso, ou completamente ineficaz, então com certeza. Mas não parece ser o caso, então eu especulo que isso é impulsionado por outras coisas, como uma suposição de que 'está dentro do controle das pessoas perder peso' e uma disposição para tratá-las de forma pior do que nós tratamos outros tipos de pessoas".