Topo

Assim como Samara Felippo, estas famosas não ligam para barriga negativa

Da Universa

03/04/2019 11h52

Samara Felippo deu uma verdadeira lição de autoestima depois de compartilhar no Instagram uma foto em que aparece de biquíni exibindo alguns quilos a mais, na madrugada desta quarta-feira (3).

"Olhei essa foto, por segundos eu me odiei e logo veio esse texto na minha mente! Obrigada Mari. Faço minhas as suas palavras. Que bom poder dividir com vocês, espero que inspire. E que fique claro, eu ainda tenho plena consciência do "padrão" que ocupo. E chega de opressão e de vergonha com qualquer parte do nosso corpo! Mulheres: Vamos nos amar porra!!!", desabafou a atriz, citando o texto de Mariana Bandarra reproduzido por ela.

Assim como ela, outras celebridades bem conhecidas do público abriram mão dos padrões impostos pela sociedade durante tanto tempo e se jogaram na onda de "ame a si mesmo". De carona no discurso superempoderado de Samara Felippo, listamos outras minas que merecem todo nosso respeito quando o assunto é romper padrões. Aquela historia de a gente assina embaixo. Vem ver!

"A barriga é proibida. Perseguida. Alvo de artilharia e de armas químicas. A guerra contra a barriga é antes de tudo uma guerra contra o ser mulher. Qualquer que seja sua forma ou tamanho, é na barriga das mulheres que nasce a vida, o riso, a criação. Amar a barriga é transgressor. É um ato revolucionário de cura. Dentro e fora do padrão, somos ensinadas desde cedo a ocuparmos o mínimo possível de espaço. Meu lugar no mundo é este aqui: pontuado pelo escuro do meu umbigo. Cobrir e esconder o volume que o meu corpo ocupa não reduz meu tamanho no espaço. É o corpo que delimita a parte que me cabe, ínfima e imensurável. A barriga é luminosa. Sou uma mulher mas sou também muitas. A barriga lembra. Trespassada pelo plexo solar, ela catalisa o poder pessoal, a consciência visceral. Dela vem uma força ancestral de movimento e de vitalidade pura, selvagem. A barriga é inteligente e também sensível. A barriga quer ser amada. É na barriga que a intuição me agarra, que o friozinho do desejo verdadeiro me estremece. É dentro dela que aquilo que me nutre borbulha lentamente para alimentar minhas criações. A barriga é uma usina de transformação. Um portal entre o imaterial e o material. Mais do que permitida, a partir deste momento eu declaro que a barriga é sagrada. Ungida com óleo e carícias, nutrida de sementes e calor. Uma vez, quando eu era criança e não tinha medo de pedir o que eu queria, um homem perguntou se eu tinha o rei na barriga. Quando lembro dele me dá vontade de voltar pra corrigir: rei não. Restaurada sua glória inequívoca, a barriga retoma seu trono. Aqui. Esta barriga é minha. Dentro dela, uma rainha. A barriga é revolucionária." . . Texto maravilhoso de @maribandarra Olhei essa foto, por segundos eu me odiei e logo veio esse texto na minha mente! Obrigada Mari. Faço minhas as suas palavras!!! Que bom poder dividir com vcs, espero que inspire E que fique claro, eu ainda tenho plena consciência do "padrão" que ocupo. E chega de opressão e de vergonha com qualquer parte do nosso corpo! Mulheres: Vamos nos amar porra!!!! Aah esqueci da minha maravilhosa Alícia? #feminismo #empoderamentofeminino #sagradofeminino #minhabarrigaéopoder

A post shared by Samara Felippo (@sfelippo) on

Demi Lovato

Desde muito jovem, a cantora pop tornou público seu problemas com drogas e a bulimia. Ela, que lutou durante anos contra a balança, colocou fim à ditadura da beleza que a assombrou por muito tempo. "Não estou mais me privando de guloseimas (com moderação) e não vou mentir, ganhei alguns quilos desde que eu desisti de fazer dieta, MAS eu desisti do estresse crônico sobre o que eu como, porque não quero ser esse exemplo para os meus fãs. Não vou mais me culpar pelo que como", desabafou no Twitter, no ano passado. "Escolhi me aceitar porque eu me amo como sou. Seu amor e apoio me fazem superar momentos como esse. Se você também está lutando não se esqueça? se eu consigo, você consegue também".

No ano passado, para comemorar a nova fase, Demi postou uma foto em que aparece de maiô - cena rara para alguém que escondeu suas curvas por anos. "Estava insegura com as minhas pernas nessa foto, mas estou postando porque estou tão feliz e, esse ano, decidi que vou abandonar meu perfeccionismo e abraçar a liberdade ao invés da auto crítica. Aprender a amar o meu corpo é desafiador, mas uma mudança de vida. Abandonar meu distúrbio alimentar foi a jornada mais difícil que tive na vida, mas eu trabalho todo dia para uma recuperação consistente, mesmo quando estrago as coisas às vezes", desabafou.

Preta Gil

Preta Gil é dessas artistas que a gente morre de orgulho. E justamente por sempre assumir suas curvas em posts públicos, ela precisa lidar quase que diariamente com as críticas. Bem resolvida com o seu corpo, ela chegou a fazer um desabafo em função dos comentários odiosos que costuma receber.

"Minhas fotos de biquíni causam um misto de sentimentos nas pessoas, e por isso mesmo as posto. Precisamos de uma vez por todas nos livrar de antigos padrões que nos eram impostos, eu não posso e não quero ser prisioneira da minha forma física, sim eu tenho celulite, sim eu tenho estria e isso não vai mudar, e não vou me esconder com vergonha. Deveria ser normal eu postar uma foto de biquíni, não deveria causar tanto rebuliço. Mas pra que isso aconteça precisamos ajudar umas às outras. Precisamos nos reeducar. Então com toda minha vivência eu te digo, se liberte, a vida é preciosa e curta demais para nos escondermos!! #tbtdapreta PS: estou saudável isso sim importa", escreveu.

Kesha

Kesha também abriu o jogo sobre seus distúrbios alimentares durante um bate-papo com a versão britânica da revista "Elle". "Sentia-me como uma mentirosa, dizendo às pessoas para se amar como são, enquanto eu me detestava e realmente machucava meu corpo [?] Me convencia de que estar doente, ser magra, era parte do meu trabalho", desabafou.

Em 2016, a cantora já havia assumido suas curvas e falado abertamente sobre a doença no Instagram. "Tenho lutado contra a depressão e um distúrbio alimentar por algum tempo. Minha carreira está em um momento estranho e parece que estou em uma luta muito árdua em alguns dias. Mas eu decidi pegar minha vida de volta. Minha liberdade. Minha felicidade. Minha voz. Meu valor. Eu não vou ficar quieta e me esconder. Hoje eu vou dizer 'f**-se' e viver. Então 'F**-SE'. Hoje estou fazendo uma escolha. ESTOU FELIZ DEMAIS. E um grande 'vai se f...' se você quer odiar meu corpo. Só se lembre de que isso faz de você um otário".

Christina Aguilera

A cantora tem enfrentado as críticas constantes, depois das mudanças no seu corpo. Ela, que começou a carreira superjovem, diz não se importar com os quilinhos a mais e chegou a desabafar: "Sou gorda, superem".

Em entrevista recente à imprensa internacional, ela falou sobre o que a motivou a aceitar suas novas curvas. "Durante a promoção do meu álbum "Stripped" (2002), eu fiquei cansada de ser uma branquela magra. Eu ganhei cerca de 15 quilos durante esta turnê. Então fizeram reunião de emergência somente para falar do meu peso. Eles me disseram que eu iria afetar um grande número de pessoas se ganhasse peso. Mas eu disse que eles estão trabalhando com uma garota gorda. Eles precisam se lembrar de que, às vezes, eu não pertenço a eles. É o meu corpo!"

Autoestima