PUBLICIDADE

Topo

Direitos da mulher

St Vincent vê indústria musical machista e conta como empodera mulheres

AFP
Imagem: AFP

Da Universa

17/02/2019 11h20

Vencedora do Grammy para melhor canção de rock e atração do próximo Lollapalooza no Brasil, St Vincent não anima mulheres da música somente em seus prêmios e acordes. Em entrevista à "Rolling Stone" americana, ela contou como todo seu trabalho é pensado afim de empoderar mais e mais mulheres.

Em elogio ao discurso de Dua Lipa -- com quem se apresentou na premiação --, a cantora contou que hoje ela está em posição de controle sobre seu trabalho e contrata pessoas.

St. Vincent e Dua Lipa se apresentam no Grammy 2019 - AFP - AFP
St. Vincent e Dua Lipa se apresentam no Grammy 2019
Imagem: AFP

"Nos últimos anos, na produção do meu álbum, tudo foi centrado em profissionais femininas. Das direções dos shows aos empregados das turnês. Sinto que tenho muita sorte em poder empregar mulheres, porque sou uma delas. E não me sinto ameaçada por outras mulheres poderosas. Eu as encorajo e adoro estar cercada delas", declara.

"Como em todos os sistemas de poder, você precisa estar na mesa. Se você não se senta na mesa, está no menu. Então é uma questão de ter mulheres em posições de poder para dar chances a quem, por um sexismo sistêmico, não tinham oportunidades", diz.

A artista se diz otimista com o futuro e acredita que o jogo está virando.

Direitos da mulher