PUBLICIDADE

Topo

Autoestima

Aos 59 anos, advogada quebra padrão de idade e vira modelo no Reino Unido

Diana D"Aloisio posa para foto - Diana D"Aloisio/Reprodução Instagram
Diana D'Aloisio posa para foto Imagem: Diana D'Aloisio/Reprodução Instagram

Da Universa

24/10/2018 13h47

A advogada Diana D'Aloisio é prova de que as mulheres com mais de 50 anos estão com tudo e podem muito bem fazer parte do mundo da moda. 

Aos 59 anos, ela embarcou em uma nova jornada profissional, dedicando-se a ficar em frente aos flashes das câmeras em Londres. Para a modelo, é importante mostrar para as marcas que existe um mercado pouco explorado -- no Reino Unido, há cerca de 20 milhões de pessoas com mais de 55 anos (um terço da população) e pessoas com mais de 50 já representam 47% dos consumidores. 

Veja também

D'Aloisio enxerga que modelar é "a maneira mais visível para quebrar com as barreiras de idade" no mundo da moda. Atualmente, ela trabalha com entidades como Age UK e pretende doar o dinheiro que ganhar com seu trabalho para eles.

Amante da moda, a londrina ainda afirmou ao jornal "Metro" que quer deixar claro que a idade não importa. "Quero fazer as pessoas sentirem que, se eu puder usar essas roupas, elas também podem." 

O começo, entretanto, não foi fácil. D'Aloisio foi recusada por muitas agências, mas não desistiu da ideia e criou uma conta no Instagram em que posa com suas roupas favoritas e ainda dá dicas de moda para os seus seguidores. Com isso, ela conseguiu alguns contratos com pequenas marcas. "Estou convidando marcas de roupas para trabalhar conosco para dar as boas-vindas às mulheres mais velhas, fazer com que nos sintamos desejadas, e o primeiro passo é parar de apagar as mulheres da minha idade de suas campanhas de publicidade", defendeu.

Autoestima