Topo

Em meio à Copa do Mundo, iranianas lutam pelo direito de ver futebol

Getty Images
Imagem: Getty Images

Da Universa

15/06/2018 16h29

A ideia de permitir que qualquer torcedor de futebol, independentemente do seu sexo, possa assistir aos jogos no Irã está ganhando força no início com o começo da Copa do Mundo 2018, na Rússia.

Segundo o "The Lily", as autoridades locais afirmaram inicialmente que abririam os estádios para as famílias assistirem às partidas em grandes telas posicionadas nesses locais. No entanto, acabaram mudando de ideia pois “a unidade encarregada de solicitar tal permissão não concordou”.

Veja também

O Irã tem a política de proibir que mulheres assistam a partidas de futebol ou qualquer outro esporte que tenham homens participando, permitindo um cenário de gênero misto.

No início de 2018, mulheres, fãs de futebol, passaram a usar barbas e perucas postiças para poder participar de eventos como esses, desafiando a proibição. Por meio do Twitter e outras redes sociais, ativistas estão pressionando a Fifa para defender uma política antidiscriminação, exigindo a aprovação de mulheres em estádios.

A publicação afirma que o presidente do Irã, Hassan Rouhani, declarou duas vezes em campanha que mudaria a medida, suspendendo a proibição. No entanto, nada foi feito até agora.

Direitos da mulher