PUBLICIDADE

Topo

Moda

Priscilla Darolt faz vestidos curtos e diferentes da fórmula fácil do verão

Vestido sequinho de Priscila Darlot ganha listras puxadas para o rosa e detalhes em preto - Alexandre Schneider/UOL
Vestido sequinho de Priscila Darlot ganha listras puxadas para o rosa e detalhes em preto
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Editora da UOL Estilo

19/06/2007 17h52

Eles são curtos. Também são a peça-chave da coleção de Priscilla Darolt. Mas ao contrário da maior parte dos modelos quase iguais, trapézio ou arredondados (estilo ovo, balonê ou bufante), vistos aos montes nesta (e em outras) temporada, os vestidos que a estilista criou têm personalidade própria e trazem idéias de moda para refrescar o Verão 2008 brasileiro.



Inspirada por flamingos e pelos clipes de Nancy Sinatra ("These Boots are Made for Walking" talvez remete, mesmo que vagamente, a essa idéia de mocinhas todas de vestidos curtinhos e coloridos), Priscilla Darolt brincou com as cavas dos vestidos e dos tops, em modelos geralmente mais sequinhos (com exceção do bonito vestido molenga, drapeado, em amarelo), com as cavas baixas, deslocadas, decotadas. O rosa apareceu bastante na coleção, mais claro, com brilho acetinado, acompanhado do lilás e do verde menta. As listras surgiram em alguns momentos, puxando para o rosa ou para o verde com marrom.



Além do jogo com as cavas, a mistura de duas peças em uma só, primeiro nas jaquetas e depois nos vestidos que misturavam modelagem e corte de colete deram graça à coleção, que ainda contou com dobraduras estilo origami no bolso do vestidinho curto esverdeado e na jaqueta também em verde menta, fofa e curta.

Moda