PUBLICIDADE
Topo

Família de Armstrong recusa Funeral de Estado e prepara cerimônia privada

A estrela da tripulação da Apolo 11 na calçada da fama em Hollywood recebeu uma rosa branca - Paul Buck/EFE
A estrela da tripulação da Apolo 11 na calçada da fama em Hollywood recebeu uma rosa branca Imagem: Paul Buck/EFE

Do UOL

Em São Paulo

27/08/2012 18h45

A família de Neil Armstrong decidiu fazer uma cerimônia discreta e privada na próxima sexta-feira (31) em Cincinatti, nos Estados Unidos, e rejeitou o plano de um Funeral de Estado proposto pelo governo americano. O primeiro astronauta a pisar na Lua faleceu aos 82 anos, no último sábado (25), vítima de complicações de uma cirurgia cardiovascular.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ordenou nesta segunda-feira (27) que as bandeiras de todos os prédios públicos do país sejam hasteadas a meio mastro no dia do enterro, “como sinal de respeito pela memória de Neil Armstrong”.

O senador republicano de Ohio, Rob Portman, deve fazer o discurso em homenagem ao astronauta, a quem ele considerava “um bom amigo e conselheiro”. Apesar de os dois serem próximos, o político está em Tampa, na Flórida, para convenção do partido que lançará o nome de Mitt Romney como candidato à presidência da República e o de Paul Ryan como vice da chapa – devido ao furacão Isaac, é capaz de o evento ser adiado alguns dias e atrapalhar a ida até o velório.

Armstrong foi o comandante de Edwin Buzz Aldrin e Michael Collins na missão Apolo 11, que chegou a superfície da Lua em 20 de julho de 1969. 

IMAGENS HISTÓRICAS