Topo

Dupla russa acaba caminhada espacial em quase 6 horas na ISS

Em Moscou

22/08/2013 15h59

Os cosmonautas russos Aleksandr Misurkin e Fyodor Yurchikhin, dois dos seis tripulantes da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), concluíram nesta quinta-feira (22) uma caminhada, que durou quase seis horas, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais da Rússia (CCVE).

"Os cosmonautas retornaram à câmara do compartimento de embarque do módulo Pirs", disse um porta-voz do CCVE, citado pela agência Interfax.

Misurkin e Yurchikhin desmontaram durante a caminhada equipamentos científicos instalados na parte externa do módulo russo Zvezda. Eles também revisaram o estado das antenas exteriores por causa de um relatório da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) sobre um "objeto voador não identificado" e que era a cobertura de uma antena.

No mesmo local, ainda montaram uma plataforma de trabalho que fixa os pés dos cosmonautas e deixa as mãos livres para o trabalho.

Misurkin e Yurchikhin retiraram amostras do casco do módulo Poisk, que serão submetidos na Terra a estudos microbiológicos. O objetivo dessas pesquisas é detectar a presença de micro-organismos capazes de corroer os materiais usados na fabricação no casco da ISS.

Esta foi a oitava saída ao espaço exterior de Yurchikhin em sua carreira de cosmonauta, e a terceira experiência de Misurkin. A caminhada espacial foi supervisionada do interior da plataforma por outros quatro tripulantes: o russo Pavel Vinogradov, os americanos Chris Cassidy e Karen Nyberg, e o italiano Luca Parmitano.

A ISS tem um custo anual estimado em US$ 100 bilhões e conta com a participação de 16 países.

Mais Tilt