PUBLICIDADE
Topo

Chuva de meteoros com resquícios do cometa Halley é vista em SC; assista

Chuva de meteoros ocorre anualmente entre abril e maio, deixando rastros luminosos e inofensivos - Reprodução/Youtube
Chuva de meteoros ocorre anualmente entre abril e maio, deixando rastros luminosos e inofensivos Imagem: Reprodução/Youtube

Do UOL, em São Paulo

02/05/2022 14h20Atualizada em 02/05/2022 14h20

Considerada uma das mais bonitas chuvas de meteoro do ano, a Eta Aquáridas foi registrada na madrugada de hoje pela estação de monitoramento de Monte Castelo, em Santa Catarina. A atividade máxima desse acontecimento anual é prevista para ocorrer na sexta-feira (6), quando podem ser observados até 20 meteoros por hora - e o Brasil tem vista privilegiada.

Eta Aquáridas é chamada assim pelo fato de os meteoros convergirem na constelação de aquário, contando com resquícios do famoso cometa Halley. Essa chuva de meteoros acontece anualmente entre os dias 19 de abril e 28 de maio, quando a Terra cruza a órbita do cometa onde flutuam uma trilha de destroços deixados há milhões de anos. Ao entrar na atmosfera, eles deixam um rastro luminoso, que é inofensivo.

O planeta passa pelo caminho do cometa duas vezes ao ano, em dois pontos diferentes, sendo responsável também pela Oriônidas, na constelação de Órion, que ocorre todo mês de outubro.

A Eta Aquáridas foi associada ao cometa Halley pela primeira vez em 1876 pelo astrônomo britânico Alexander Stewart Herschel. Em 1947, no Reino Unido, o radiotelescópio do observatório Jodrell Bank detectou pela primeira vez esse evento na faixa de rádio do espectro eletromagnético.

O Halley é o único cometa visível a olho nu e passa pela região da Terra no Sistema Solar a cada 74 a 79 anos. A última vez que foi possível avistá-lo foi em 1986, e a volta dele é prevista para 2061.