PUBLICIDADE
Topo

Google lança Pixel 6, seu novo celular Android 'puro sangue', por R$ 5.000

Google
Imagem: Google

Lucas Carvalho

De Tilt, em São Paulo

19/10/2021 14h36Atualizada em 19/10/2021 15h20

Sem tempo, irmão

  • Pixel 6 e Pixel 6 Pro são os novos celulares do Google e começam a ser vendidos nos EUA nesta terça-feira (19)
  • Principal novidade é o processador Tensor, desenvolvido pelo Google para cuidar da inteligência artificial do telefone
  • Sem previsão de lançamento no Brasil, os telefones saem por US$ 599 (Pixel 6) e US$ 899 (Pixel 6 Pro) nos EUA

Em um evento realizado nesta terça-feira (19), o Google anunciou oficialmente seus novos celulares: o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro. Os aparelhos de categoria top de linha começam a ser vendidos hoje nos Estados Unidos custando US$ 599 (cerca de R$ 3.300 em conversão direta) e US$ 899 (R$ 5.000), respectivamente.

Embora não sejam vendidos oficialmente no Brasil, os celulares da linha Pixel são conhecidos pela câmera de alta qualidade, que rivaliza com os melhores telefones da Samsung e da Apple, e pelo Android sempre atualizado e configurado pelo próprio Google. Esse combo faz algumas pessoas comprarem o smartphone fora do país para usar por aqui.

A principal novidade da sexta geração do Pixel é o processador Tensor, um chip desenvolvido pelo próprio Google e que, segundo a empresa, usa especificações de computadores bem mais potentes para rodar algoritmos de inteligência artificial em alta velocidade.

Desde a primeira geração, lançada em 2016, a linha Pixel usava processadores da Qualcomm, principal fabricante de chips para celulares Android no mundo. Desta vez, porém, a aposta do Google é num processador desenvolvido pelo seu próprio time de engenheiros, que, em teoria, funciona melhor com o sistema operacional.

Segundo o Google, o Tensor usa inteligência artificial para tomar decisões sobre como rodar aplicativos e executar tarefas de forma mais eficiente e rápida, em vez de usar componentes mais avançados isoladamente. Por isso, a empresa diz que o chip é 80% mais rápido que o Pixel 5, mas não deve tirar notas tão boas assim em testes de desempenho padronizados.

Para completar, o Pixel 6 é o primeiro celular com Android 12 já instalado de fábrica e é também o primeiro da fila nas futuras atualizações do sistema operacional. A versão do Android que vai no Pixel usa a interface customizada do Google conhecida como Material You, que se adapta ao seu papel de parede para criar temas, ícones e widgets personalizados.

Por dentro do Pixel 6

O Pixel 6 tem uma tela Oled de 6,4 polegadas (16,2 centímetros na diagonal, de um canto ao outro) com bordas planas, resolução Full HD e taxa de atualização em 90 Hz.

Já o Pixel 6 Pro tem uma tela Oled maior de 6,7 polegadas (17 cm) com resolução Quad HD, bordas curvas e taxa de atualização dinâmica que vai até 120 Hz. As duas versões do aparelho vêm com leitor de impressões digitais integrado à tela e o mesmo processador Tensor.

Ainda segundo a empresa, o Tensor é comparável ao Snapdragon 888, o chip mais poderoso da Qualcomm no mercado atual, usado em celulares como o Galaxy S21 Ultra, da Samsung. Além disso, o Pixel 6 vem com 8 GB de RAM, e o Pixel 6 Pro acompanha 12 GB de RAM. O armazenamento interno mínimo é de 128 GB, mas você pode pagar mais por 256 GB no modelo básico ou até 512 GB no "Pro".

A bateria do Pixel 6, por sua vez, é de 4.614 mAh, enquanto a do Pixel 6 Pro é de 5.004 mAh. Porém, nenhum dos dois telefones vem com carregador incluso na caixa.

Outra diferença é nas câmeras traseiras: o Pixel 6 vem com duas lentes, uma grande-angular e outra ultra-wide, para capturar mais conteúdo; enquanto o Pixel 6 Pro tem, além dessas duas, uma terceira lente do tipo periscópio capaz de fazer zoom óptico de 4 vezes sem perder qualidade.

A câmera principal nos aparelhos tem 50 MP e a ultra-wide tem 12 MP. No Pixel 6 Pro, a câmera extra tem 48 MP e alcança um zoom de até 10 vezes digitalmente.

Além disso, o chip Tensor é capaz de executar o algoritmo de fotografia computacional usado nas fotos do Pixel também na captura de vídeos. O celular consegue filmar imagens em resolução 4K e em 60 quadros por segundo.

Em fotos, a câmera ganhou um recurso chamado "Face Unblur" que usa inteligência artificial para limpar rostos que apareçam borrados em fotos em movimento. Outra novidade é o "Motion Mode", um recurso que propositalmente deixa algumas áreas da imagem borradas, como as rodas de uma bicicleta em movimento, sem borrar a pessoa pedalando, por exemplo.

Já quis apagar uma distração na sua foto, seja uma pessoa ou um objeto que não deveriam estar lá, mas faltou habilidade para mexer no Photoshop? A câmera do Pixel 6 vem com um recurso chamado "Magic Eraser" (borracha mágica) que usa IA para apagar esses extras.

O Pixel 6 também vem com um novo recurso de fotografia chamado "Real Tone" que, para variar, usa inteligência artificial para acertar no tom de pele da pessoa que está sendo fotografada, evitando deixar pessoas negras com a pele mais clara do que ela realmente é.

Ficha técnica: Pixel 6

  • Tela: 6,4 polegadas, FHD+ (1080 x 2400), 90 Hz, Oled
  • Processador: Tensor
  • Memória: 8 GB de RAM;
  • Armazenamento: 128 GB ou 256 GB;
  • Câmeras: 50 MP (grande-angular), 12 MP (ultra grande-angular); 8 MP (frontal);
  • Bateria: 4.614 mAh.

Inteligência artificial em tudo

Graças ao chip Tensor, o Pixel 6 consegue realizar diversas tarefas de inteligência artificial localmente, offline, sem se conectar aos servidores remotos do Google. Um exemplo disso é o novo sistema de digitação por voz.

O teclado do Pixel 6 consegue identificar pontuações e até emojis quando você dita, pelo microfone, a mensagem de texto que quiser enviar. Mensagens também podem ser traduzidas em tempo real conforme você digita ou dita em qualquer aplicativo, incluindo o WhatsApp. O app de câmera também consegue traduzir instantaneamente imagens em outros idiomas.

Outra novidade é no app de telefonia. Ao ligar para um estabelecimento que trabalha com secretária eletrônica, do tipo que pede que você digite um número para navegar pelas opções, o Google Assistente consegue não só te avisar qual é o melhor horário para falar com aquela empresa, analisando o fluxo de ligações, como também consegue transcrever o que a secretária eletrônica diz em forma de texto na tela.

Ficha técnica: Pixel 6 Pro

  • Tela: 6,7 polegadas, QHD+ (1440 x 3120), 120 Hz, Oled;
  • Processador: Tensor;
  • Memória: 12 GB de RAM;
  • Armazenamento: 128 GB, 256 GB ou 512 GB;
  • Câmeras: 50 MP (grande-angular), 12 MP (ultra grande-angular) e 48 MP (zoom); 11 MP (frontal);
  • Bateria: 5.003 mAh.