PUBLICIDADE
Topo

Candidata a mensagem alienígena veio de estrela como o Sol, diz astrônomo

Reuters
Imagem: Reuters

Luiza Rubio

Colaboração para Tilt

30/11/2020 13h49

Um astrônomo amador rastreou uma possível fonte do Wow!, um misterioso sinal que veio do espaço em 1977. De acordo com a revista "Astronomy", Alberto Caballero descobriu que o sinal viria de uma estrela muito semelhante ao Sol do nosso Sistema Solar.

A descoberta amplia o que se sabe sobre o Wow, considerado um marco para o grupo de pesquisas Seti, sigla em inglês para "busca por vida extraterrestre". Isso porque a área rastreada não aparentava conter nenhuma estrela como o Sol, quando o sinal foi captado nos anos 70.

O pesquisador conclui que uma possível fonte do sinal é uma estrela na constelação de Sagitário. Mas na área na qual o sinal pode ter surgido também existem outras estrelas. Sendo assim, esse mistério está um pouco longe de ser solucionado por completo.

O avanço foi graças a pesquisas e mapas do observatório Gaia, do ESA (agência espacial europeia), que conta com uma versão 3D da Via Láctea com 1.3 bilhões de estrelas, que vem sendo catalogadas desde 2013. O mapa é bem detalhado do que as ferramentas usadas pelos astrônomos que caçaram a origem de Wow! no passado.

Caballero buscou por estrelas parecidas com o Sol —isto é, que compartilham a mesma temperatura, raio e luminosidade— entre as que foram identificadas por Gaia na região de Sagitário. A busca por uma estrela assim é por associação: como o nosso Sistema Solar tem vida inteligente, achar outro sistema planetário parecido aumenta as chances de haver vida também, que tenha gerado o tal sinal.

O sinal Wow! é considerado uma assinatura tecnológica e uma das evidências de uma possível vida inteligente fora da Terra. Com 72 segundos de duração e captada uma única potente vez pelo radiotelescópio Big Ear, em Ohio (EUA), o sinal leva este nome por conta do comentário que o astrônomo que a captou escreveu nas folhas de dados.