PUBLICIDADE
Topo

"Cansei de ver fake news vencer a batalha", diz autor do Sleeping Giants BR

Página principal do perfil do Twitter Sleeping Giants Brasil - Reprodução/Twitter @slpng_giants_pt
Página principal do perfil do Twitter Sleeping Giants Brasil Imagem: Reprodução/Twitter @slpng_giants_pt

Helton Simões Gomes

De Tilt, em São Paulo

23/05/2020 04h00

Com quatro dias de vida, o perfil Sleeping Giants Brasil, do Twitter, conseguiu atingir em cheio um dos principais sites de fake news do Brasil, o "Jornal da Cidade Online". A tática dele não é checar o que é mentira nas publicações, mas atingir onde dói: o bolso. "Vai continuar a financiar a propagação de notícias falsas?", pergunta. Ao expor publicamente as empresas que anunciaram em páginas assim, fez mais de 20 pularem fora.

Em entrevista exclusiva a Tilt, o criador do perfil, inspirado no Sleeping Giants dos Estados Unidos, explica: "Estava cansado de sempre ver notícias falsas ganharem a batalha". Ele diz que o foco agora é o "Jornal da Cidade Online", mas uma centena de novos alvos está na mira.

A reportagem tentou contato por telefone ou plataforma de videoconferência, mas ele negou. Teme receber as mesmas ameaças que o fundador da conta norte-americana, que desde 2016 caça empresas que colocavam dinheiro em plataformas e sites de notícias falsas e teorias da conspiração. Matt Rivitz, o publicitário por trás do Sleeping Giants original, não só foi ameaçado de morte, mas viu o mesmo acontecer com seu filho de 14 anos. A conversa a seguir, portanto, aconteceu via mensagens diretas do Twitter.

Tilt - Você pediu para a conversa ser feita por meios alternativos para não expor sua identidade. Do que tem medo?
Sleeping Giants Brasil -
A gente tenta se precaver e manter o anonimato para continuar fazendo o trabalho. O medo é que nos tornemos alvos das mesmas ameaças que aconteceram com o perfil original nos Estados Unidos, quando vazou sua identidade.

Tilt - Já recebeu ameaças pelo seu trabalho? De quem? O que disseram?
Sleeping Giants Brasil -
Ainda não recebemos nenhuma ameaça, apenas xingamentos, hahaha.

Tilt - Por que você decidiu fazer a exposição de empresas que anunciam em sites que propagam fake news?
Sleeping Giants Brasil -
Porque estava cansado de sempre ver as notícias falsas ganharem a batalha e acredito que, infelizmente, elas acabaram interferindo na eleição de 2018.

Tilt - Você tem alguma conexão com o Sleeping Giants dos EUA ou usou o nome só como inspiração?
Sleeping Giants Brasil -
Temos sim. Eles ficaram um pouco assustados no início com tudo o que os brasileiros estão fazendo, mas já perceberam a importância do movimento no país. Eles nos oficializaram no segundo dia e acabaram de postar que estão impressionados com o nosso crescimento.

Tilt - Você diz focar sites que distribuem fake news e ideias extremistas. Mas até agora só há menções a um site, mais alinhado à direita. Não há sites de esquerda que podem ser expostos?
Sleeping Giants Brasil -
Infelizmente, preciso dizer que atualmente não focamos sites e, sim, apenas um, que foi o que mais espalhou fake news durante as últimas eleições. A verdade não tem lado. A mentira está em todo o lugar e estamos aqui para combatê-la mesmo que isso doa. A matéria do fact checking Aos Fatos, na qual nos baseamos para escolher o foco, traz as principais disseminações durante as eleições, e lá estão presentes mentiras dos dois "lados da moeda". Mas a fake news é muito mais forte e propagada pela extrema direita. Isso está claro também na matéria através da comparação dos dados e provavelmente a CPMI da fake news irá comprovar isso.

Tilt - Por que você acredita ser um problema que companhias comprem anúncios em sites que propagam fake news ou ideias extremistas?

Porque acreditamos que toda empresa deve ter responsabilidade social. Sites assim não contribuem em nada para o desenvolvimento do país e interesse das empresas. Eles apenas xingam e mentem para lacrar, e o jornalismo real se faz com verdades, baseadas em fatos devidamente comprovados

Tilt - Alguma das companhias que você expôs já entrou em contato pedindo mais detalhes? Como tem sido a recepção delas?
Sleeping Giants Brasil - Várias empresas têm pedido uma lista com esses sites e estamos desenvolvendo uma. Na verdade, já estamos trabalhando atualmente com uma lista de 104 sites, mas acreditamos que ali não estão todos.

Tilt - Ainda que você não revele sua identidade, é possível dar alguns detalhes biográficos, como a ocupação e em que região do Brasil mora?
Sleeping Giants Brasil -
Sou apenas um estudante.

Tilt - Percebi que, ao mesmo tempo que surgiu o movimento #NaoCompremDELL [hashtag de apoiadores do presidente contra a fabricante de computadores Dell, que deixou de apoiar o site] houve também o #CompremDell. Você acha que o seu trabalho trouxe um pouco de conscientização para o lugar onde as empresas colocam seus anúncios?
Sleeping Giants Brasil -
Acreditamos que sim, as empresas têm respondido diretamente aos seguidores. Isso é realmente incrível e demonstra a seriedade delas em relação ao tema. Não queremos o boicote e, sim, a conscientização!

Tilt - Como está sendo a recepção dos usuários do Twitter? Tem recebido alguma ajuda, dicas?
Sleeping Giants Brasil -
A gente está recebendo muita ajuda por DM [mensagem direta], conseguimos uns contatos legais por lá e eles contribuem muito!