PUBLICIDADE
Topo

5G sob ataque: torres são incendiadas no Reino Unido por boato com Covid-19

Tecnologia 5G é alvo de teorias da conspiração - Getty Images/iStockphoto
Tecnologia 5G é alvo de teorias da conspiração Imagem: Getty Images/iStockphoto

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

04/04/2020 15h53

Sem tempo, irmão

  • Torres de celular foram incendiadas em cidades britânicas, segundo a BBC
  • Casos podem estar ligados a falsas teorias da conspiração envolvendo o coronavírus
  • Autoridades do Reino Unido dizem que notícias falsas são "absurdas e perigosas"
  • 5G já foi alvo de outras histórias falsas envolvendo a saúde anteriormente

Boatos e falsas teorias da conspiração envolvendo o coronavírus e a tecnologia 5G têm feito torres responsáveis por transmissão de dados serem incendiadas no Reino Unido. Os casos foram relatados pela BBC ao menos nas cidades de Birmingham, Liverpool e Melling.

Segundo a emissora, um vídeo tem sido compartilhado no Facebook e YouTube ligando a tecnologia móvel à doença Covid-19.

Policiais e bombeiros foram chamados para cuidar dos incêndios em torres de comunicação. Eles afirmam que o caso está sob investigação das autoridades.

Vídeo no YouTube mostra suposta torre 5G incendiada no Reino Unido - Reprodução
Vídeo no YouTube mostra suposta torre 5G incendiada no Reino Unido
Imagem: Reprodução

Um vídeo no YouTube, que a BBC diz ter verificado a autenticidade, mostra um dos supostos incêndios contra torres, mas não está claro se era um transmissor 5G.

Na internet, vídeos mostram pessoas assediando trabalhadores da indústria de telecomunicações contra a instalação de equipamentos 5G em ruas britânicas.

Não é a primeira vez que o 5G é alvo de teorias conspiratórias. Notícias falsas do tipo chegaram a ser usadas até por políticos brasileiros para tentar proibir o 5G no Brasil.

Teoria é "falsa e perigosa"

Quando perguntado por um repórter sobre a chamada "teoria" de que os mastros de telecomunicações 5G poderiam desempenhar um papel na propagação da doença, o ministro do gabinete britânico, Michael Gove, disse: "Isso é apenas um absurdo, um absurdo perigoso também".

O diretor médico do centro nacional de saúde inglês, Stephen Powis, disse que a ideia da conspiração 5G é uma notícia falsa e sem respaldo científico que arrisca prejudicar a resposta de emergência ao surto.

"A história do 5G é uma basteira completa e absurda, é o pior tipo de notícia falsa", declarou Powis. "A realidade é que as redes de telefonia móvel são absolutamente críticas para todos nós".

"Essas também são as redes telefônicas usadas por nossos serviços de emergência e nossos profissionais de saúde, e estou absolutamente indignado, absolutamente enojado que as pessoas estejam agindo contra a própria infraestrutura de que precisamos para responder a essa emergência", disse Powis.

Com informações da Reuters

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS