PUBLICIDADE
Topo

Facebook concede US$ 100 mi em dinheiro e anúncios para pequenas empresas

Facebook tem cerca de 30 mil funcionários terceirizados para monitorar conteúdo publicado na rede social em todo o mundo - PA Media
Facebook tem cerca de 30 mil funcionários terceirizados para monitorar conteúdo publicado na rede social em todo o mundo Imagem: PA Media

De Tilt, em São Paulo*

17/03/2020 13h21

O Facebook anunciou nesta terça-feira que planeja conceder US$ 100 milhões em doações em dinheiro e créditos de anúncios para até 30 mil pequenas empresas em mais de 30 países.

A maioria receberá subsídios em dinheiro e o Facebook divulgará mais detalhes em breve sobre como as empresas poderão solicitar a assistência. Procurada no Brasil, a empresa não informou a divisão de recursos entre os países.

A vice-presidente de operações do Facebook, Sheryl Sandberg, disse nesta terça-feira que a ruptura econômica representa um risco grave para as pequenas empresas.

"Ouvimos pequenas empresas para entender como podemos ajudá-las da melhor maneira. Ouvimos alto e claro que o apoio financeiro pode permitir que as empresas mantenham as luzes acesas e paguem as pessoas que não podem trabalhar", disse Sandberg, acrescentando que o Facebook também facilitará o treinamento e o suporte para pequenas empresas.

O Facebook disse que as empresas poderão usar dinheiro para pagar aluguel, cobrir custos operacionais ou exibir anúncios no Facebook.

US$ 1 mil em bônus

Segundo o portal The Information, Mark Zuckerberg também anunciou aos seus funcionários via comunicação interna que pretende pagar US$ 1 mil em bônus para cada um dos seus funcionários.

A medida tem o objetivo de ajudar os colaboradores a atravessar a crise da pandemia do novo coronavírus com trabalho remoto. Não está claro se o bônus se estenderá aos contratados como freelancer.

Empresas como o próprio Facebook, Twitter, Google e Microsoft já comprometeram a pagar normalmente seus funcionários durante o surto, mesmo que a demanda de trabalho diminua.

*Com Reuters