PUBLICIDADE
Topo

Sharp usa sua fábrica para fazer máscaras cirúrgicas contra o coronavírus

Escassez de máscaras para ajudar no controle do surto de coronavírus no Japão levou a Sharp a ajudar na produção  - Frederic J. Brown/AFP
Escassez de máscaras para ajudar no controle do surto de coronavírus no Japão levou a Sharp a ajudar na produção Imagem: Frederic J. Brown/AFP

De Tilt, em São Paulo

02/03/2020 19h54

A fabricante japonesa de eletrônicos Sharp está usando sua fábrica para a fabricação de máscaras cirúrgicas para conter ajudar a conter o surto do coronavírus. Após a desaceleração da produção por falta de peças, a empresa resolveu ajudar o governo e a população com sua linha de produção.

Vendo a escassez no mercado, a empresa começou a produzir 150 mil máscaras por dia. A fábrica, que fica em Osaka, no leste do Japão, definiu como objetivo aumentar a produção para 500 mil máscaras no mesmo período.

A empresa controladora da gigante japonesa, Foxconn, tomou a mesma atitude na China, ajudando os trabalhadores locais e a população.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Negócios