PUBLICIDADE
Topo

Nasa anuncia descoberta de ciclone no polo sul de Júpiter

Novo ciclone, no polo sul de Júpiter, foi "contornado" pelo mapa do estado do Texas (abaixo); ao centro, é possível ver outro ciclone inserido na silhueta do mapa dos EUA - NASA / JPL-Caltech / SwRI / ASI / INAF / JIRAM
Novo ciclone, no polo sul de Júpiter, foi "contornado" pelo mapa do estado do Texas (abaixo); ao centro, é possível ver outro ciclone inserido na silhueta do mapa dos EUA Imagem: NASA / JPL-Caltech / SwRI / ASI / INAF / JIRAM

De Tilt, em São Paulo

13/12/2019 14h04

A Nasa, agência espacial do governo dos EUA, anunciou em seu site que descobriu um novo ciclone na atmosfera de Júpiter.

A descoberta aconteceu no início de novembro após um sobrevoo da nave Juno, que tentava "evitar a sombra" do planeta - que poderia deixá-la à deriva. Somente ontem, no entanto, a informação foi divulgada no site oficial da agência.

Com a manobra - que pôs Juno a cerca de 3.500 km acima do topo de sua atmosfera -, os pesquisadores foram capazes de achar o ciclone na região do polo sul de Júpiter.

"A combinação de criatividade e pensamento analítico mais uma vez valeu a pena para a Nasa", celebrou Scott Bolton, pesquisador principal da Juno, que deu detalhes da manobra ao site da agência espacial.

"Percebemos que a órbita levaria Juno à sombra de Júpiter, o que poderia ter graves consequências, já que ela era movida por energia solar. Sem luz solar, não há energia, então havia um risco real de congelarmos até a morte. Enquanto a equipe tentava descobrir como economizar energia e manter o núcleo aquecido, os engenheiros descobriram uma maneira completamente nova de solucionar o problema".

Dados da ferramenta JIRAM indicaram que a velocidade do vento do novo ciclone é de, em média, 362 km/h.

Um dos cientistas da Juno, Cheng Li ressaltou a importância da descoberta. "A natureza está revelando uma nova física em relação a como funcionam as atmosferas gigantes do planeta. Estamos começando a entender isso através de observações e simulações em computador".

Astronomia