Topo

Seu computador está lento ou travando? Veja se é hora de trocá-lo ou não

Computadores podem durar um bocado se bem cuidados pelo usuário - Estúdio Rebimboca/UOL
Computadores podem durar um bocado se bem cuidados pelo usuário Imagem: Estúdio Rebimboca/UOL

Mirthyani Bezerra

Colaboração para Tilt

10/10/2019 04h00

Sem tempo, irmão

  • Um computador de qualidade pode levar de quatro a cinco anos para ter problemas sérios
  • Travamento ou lentidão são sinais, mas não são definitivos e devem ser investigados
  • Poeira é um detalhe que muitas vezes causam travamentos e precisa de uma atenção
  • Trocas de peças podem adiar "morte" do PC, desde que as peças sejam compatíveis

Você está quase terminando um trabalho importante no computador, e o bendito desliga sozinho, levando você a perder tudo. Quem nunca? Após processar a perda em seu coração, vem a dúvida: será que está na hora de aposentar a máquina? Um computador de boa qualidade leva de quatro a cinco anos para começar a apresentar os primeiros problemas, mas claro que essa margem varia dependendo do modelo, da marca e também das condições de uso.

Segundo especialistas ouvidos por Tilt, marcas de mais conceituadas (e mais caras) duram até cinco anos sem problemas. Já marcas mais simples começam a ter problemas entre um e dois anos de uso, porque os componentes usados internamente não são de boa qualidade.

Para João Carlos Lopes Fernandes, professor do curso de Engenharia de Computação do Instituto Mauá de Tecnologia, um computador consegue ser usado na plenitude dos seus recursos até oito anos de idade. Depois, muitas atualizações de programas e sistemas operacionais deixam de ser disponibilizadas e a máquina não dispõe das características necessárias para fazer com que os softwares funcionem.

Qual o primeiro sinal de que algo não vai bem?

O primeiro problema mais comum é travamento ou lentidão. Há vezes que a máquina apenas trava e volta, mas outras vezes o caso é mais grave e ela só volta a funcionar quando o usuário a reinicia. Se a pessoa não está conseguindo acessar mais ou demora muito tempo para fazer os acessos, é um sinal de que a vida útil pode estar no final.

Mas, calma! Não é porque o seu computador travou uma ou outra vez que você já tem que começar a fazer as contas de quanto sairia um novo.

Segundo Rudolf Bühler, professor de Engenharia Elétrica do Centro Universitário da FEI, quando isso acontecer, é preciso investigar. A máquina pode estar superaquecendo. "Pode ser o HD, a memória ou placa mãe que está com algum componente com defeito", diz.

Há casos em que o computador trava ou fica lento, porque o usuário instalou muitos programas. Nesses casos, é só administrar melhor os programas que estão rodando juntos e tirar o lixo.

Em outras situações, pode ser apenas sujeira. O cooler [ventilador interno da placa-mãe do computador] junta tanta poeira, como no ventilador da sua casa, que perde sua capacidade de refrigerar. Aí, basta uma limpeza que resolve.

Mas, se seu computador continuar desligando sozinho, pode ser mesmo hora de trocar a placa-mãe ou a memória do computador.

Vale a pena trocar as peças do computador?

Segundo Bühler, é preciso fazer alguns cálculos. Se o problema é na fonte de energia, a troca seria na casa dos R$ 100 (por uma original e de boa qualidade). Neste caso, compensa mais que comprar um computador novo. Em outros, as trocas ficam tão caras que não compensam mais.

Fernandes lembra que fazer um "upgrade", ou seja, substituir peças antigas por novas na tentativa de melhorar o computador, pode significar apenas colocar peças novas para trabalhar com as antigas.

"A pessoa troca placa-mãe, processador, memória, mas tem um HD antigo, um gabinete antigo. Uma hora vai dar problema na fonte, vai dar problema no HD. Não adianta", afirma.

Fora que vai chegar um momento em que a máquina não vai mais permitir a atualização do hardware. Por exemplo, uma placa-mãe antiga não vai conseguir trabalhar com um processador novo por não ter a estrutura necessária para isso.

Meu sistema operacional não atualiza mais. E agora?

Digamos que seu computador continua firme e forte depois de uns oito anos de uso. Uma nova atualização de sistema operacional está disponível, mas o PC não tem os requisitos técnicos necessários para ser atualizado. É mais um sinal de que está na hora de investir em um novo.

Sistemas operacionais e softwares têm requisitos mínimos para conseguir funcionar. Além disso, um computador que não atualiza sistemas fica vulnerável a ataques de vírus e a invasões.

O que posso fazer para que meu computador dure mais?

  1. Invista em um computador de qualidade. Eles são mais caros, mas por usarem componentes de linha A, que são melhores que os de linha B e C, durarão mais e demorarão a precisar de manutenção.
  2. Cuide da refrigeração. Procure mantê-lo em lugar sempre fresco e arejado. Sem refrigeração, o computador trabalha superaquecido, força mais e dá problema.
  3. Faça uma limpeza da máquina a cada um ou dois anos. Mas não cutuque ou tente desmontar o próprio computador.
  4. Mantenha os sistemas do computador atualizados e faça limpeza regularde arquivos no disco de armazenamento.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Mais Tec a seu favor