Topo

Fim dos likes no Instagram: mudança "revive" Orkut e Fotolog na web

Acostume-se! Você não vai mais poder ver o número exato de curtidas seu amigo teve no Instagram - Getty Images/iStockphoto
Acostume-se! Você não vai mais poder ver o número exato de curtidas seu amigo teve no Instagram Imagem: Getty Images/iStockphoto

Renan Dionisio

Colaboração para o UOL

20/07/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O Instagram decidiu remover o número total de curtidas nas fotos das pessoas
  • Ou seja, é possível curtir a foto do seu amigo, mas você não saberá quantas pessoas fizeram o mesmo
  • Após medida ser divulgada, internautas relacionaram o Instagram ao Orkut e ao Fotolog
  • No Twitter, termo "Instagram" ficou nos Trending Topics e gerou debate entre internautas

Nesta semana, o Instagram começou o teste que remove o número total de likes (curtidas) nas publicações do seu aplicativo em aparelhos móveis. Desde o início do ano, o projeto vinha sendo discutido, e agora, gradativamente, já está entrando em vigor aos usuários do Brasil.

Com a medida, os números de likes em fotos e de visualizações em vídeos não serão mais públicos na rede social, ou seja, apenas os donos dos perfis conseguirão ver a quantidade de curtidas recebidas. Por enquanto, apenas usuários de smartphones são afetados - na versão web do aplicativo, é possível observar tudo normalmente.

De acordo com o Instagram, a mudança deve fazer com que o público se engaje mais com o conteúdo das publicações do que com a aceitação social de acordo com a quantidade de likes. A empresa diz não querer que "as pessoas se sintam em uma competição" ao usar a plataforma.

A novidade surpreendeu muitas pessoas, que lotaram a web de comentários e chegaram a lembrar até de redes sociais já desativadas.

Não foi sempre assim...

Hoje considerados fundamentais para alguns, os likes do Instagram não eram moda há alguns anos. O finado Orkut, site que fez sucesso nos anos 2000, é um exemplo disto.

Lá, os meios de interação com seus amigos era por meio de mensagens (chamadas de scraps, lembra?), depoimentos e comunidades.

A maior "novidade" da rede, no entanto, era um gráfico - localizado nos perfis- em que seus amigos davam uma porcentagem para você nas categorias "Confiável", "Legal" e "Sexy".

Teve internauta que lembrou do Orkut, desativado em 2014.

O youtuber Whindersson Nunes também entrou na história e deu seu pitaco.

Outra rede social popular antiga que não tinha os tão almejados likes era o Fotolog - hoje, desconhecido por muita gente. Essa plataforma funcionava como um diário fotográfico, pois o usuário só podia postar uma imagem por dia. As interações se davam apenas por um número limitado de comentários nas fotos.

Bom ou ruim?

A atitude do Instagram deu o que falar no Twitter - o nome da empresa figurou nos Trending Topics.

O que se viu foram opiniões totalmente diferentes: alguns acham que a ideia é "inteligente", já que prioriza a qualidade no conteúdo das publicações, outros consideram que a rede social acabará se "aproveitando" do usuário.

Veja algumas reações:

E como estamos falando de Brasil, não poderiam faltar os memes:

Até a Netflix participou dessa...

Mais Redes sociais