PUBLICIDADE
Topo

Thiago Gonçalves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Fake na web: quais imagens de Marte são do Perseverance e quais são falsas?

Imagem real do pouso do rover Perseverance, mostrando a superfície de Marte e o robô durante a amartissagem. Processamento pelo astrônomo Juan Carlos Muñoz - Nasa/ JPL-Caltech/ Juan Carlos Muñoz
Imagem real do pouso do rover Perseverance, mostrando a superfície de Marte e o robô durante a amartissagem. Processamento pelo astrônomo Juan Carlos Muñoz Imagem: Nasa/ JPL-Caltech/ Juan Carlos Muñoz
Thiago Signorini Gonçalves

Thiago Signorini Gonçalves é doutor em astrofísica pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia, professor do Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e coordenador de comunicação da Sociedade Astronômica Brasileira. Utilizando os maiores telescópios da Terra e do espaço, estuda a formação e evolução de galáxias, desde o Big Bang até os dias atuais. Apaixonado por ciência, tenta levar os encantos do Universo ao público como divulgador científico.

25/02/2021 04h00

O Percy pousou! A missão da Nasa chegou a Marte, e a amartissagem do rover Perseverance foi um sucesso absoluto.

Com o pouso, vieram as primeiras imagens incríveis obtidas pelas câmeras a bordo do rover. E claro, veio também a enxurrada de imagens falsas que proliferaram pela internet e redes sociais.

Começando com a parte boa, as imagens verdadeiras são lindas. As várias câmeras de alta resolução oferecem vistas inéditas do planeta Marte, com capacidade de produzir imagens coloridas e belos zooms do panorama marciano.

As imagens estão disponíveis no site da Nasa, e podem ser processadas por qualquer um com interesse em fotografia.

O vídeo do pouso divulgado pela Nasa, em particular, é espetacular. Pela primeira vez, podemos acompanhar o pouso em primeira pessoa, como se estivéssemos junto com o rover naquele paraquedas.

Infelizmente, esse não foi o único vídeo que vimos nas redes sociais.

Outro vídeo que viralizou foi a visão panorâmica do planeta, completa com som e tudo. O problema é que as imagens não foram filmadas pelo Perseverance, e não é nem um filme, mas sim uma composição de imagens obtidas pelo rover Curiosity, que está em Marte desde 2012.

O áudio também é falso. Embora seja realmente de Marte, é provavelmente uma digitalização do sismógrafo inSight, também no Curiosity. Ou seja, são vibrações do solo e não exatamente o que você escutaria se estivesse lá.

perseverance-composição - Nasa/ JPL-Caltech/ Hugh Hou - Nasa/ JPL-Caltech/ Hugh Hou
Composição artificial das imagens da Perseverance com o céu noturno terrestre
Imagem: Nasa/ JPL-Caltech/ Hugh Hou

Os fakes não param por aí. Outro dia, vi uma imagem do céu noturno de Marte, com uma bela vista da Via Láctea. Imagem falsa, claro.

As câmeras do Perseverance não são apropriadas para ver o céu noturno, e mesmo que estivéssemos lá, o céu seria completamente diferente. Essa imagem é apenas uma composição das fotos reais da Nasa com uma visão do céu numa noite aqui na Terra.

Outro exemplo, pior ainda, é uma conjunção da Terra, Vênus e Júpiter vista de Marte. Nesse caso, a imagem não é nem uma composição, mas sim uma renderização a partir de softwares de planetários. É uma visualização artificial do que poderíamos ver em Marte em algum momento, mas nada na imagem é real.

Imagem falsa marte - Reprodução - Reprodução
Imagem falsa feita a partir de software com a suposta visão da Terra, Vênus e Júpiter a partir de Marte
Imagem: Reprodução

Fake news X divulgação científica

Se você curte acompanhar astronomia nas redes sociais, já deve ter encontrado muita coisa parecida. Imagens incríveis, compartilhadas muitas vezes por perfis com milhões de seguidores.

Esses perfis são uma pedra no sapato de divulgadores sérios. Ao oferecer imagens falsas, buscam cliques e a fama associada aos likes, e desviam a atenção da ciência de verdade.

Em alguns casos, como o céu noturno marciano, a composição original pode até ser um intento artístico, e muitas vezes o resultado é realmente atraente. Mas ele é canibalizado pelas redes sociais e vendido como o universo real.

Quando tentamos então mostrar a pesquisa, os resultados verdadeiros, muitas vezes encontramos reações decepcionadas. "Ah, mas aquela outra imagem é muito mais bonita!" Pode ser, mas nós, divulgadores, queremos mostrar o universo de verdade, e o fascínio da ciência. Competir com Photoshop não é fácil.

Como é o caso com todas as fake news, o que podemos fazer então é ser rigorosos na nossa avaliação, e conferir as fontes quando vemos algo que parece bom demais para ser verdade. O universo é um lugar maravilhoso, cheio de coisas impressionantes, e não precisamos perder tempo com montagens baratas.

Se não acreditam em mim, basta acompanhar o vídeo fenomenal —e verdadeiro— do pouso do Perseverance: