PUBLICIDADE
Topo

Akin Abaz

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Sente que a tecnologia ameaça o seu emprego? Faça ela se tornar sua aliada

RF._.studio/ Pexels
Imagem: RF._.studio/ Pexels
Akin Abaz

Akin Bakari D'Angelo dos Santos é fundador da InfoPreta e homem trans. Um curioso nato e um amante do desconhecido, sempre se interessou por montar, desmontar e entender o funcionamento dos eletrônicos. Fez cursos técnicos na adolescência e, aos 15 anos, já atuava na área da indústria com manutenção eletrônica de maquinário pesado. Em 2011, começou a consertar computadores em seu quarto e dois anos depois fundou a InfoPreta, empresa de serviços de manutenção que tem por objetivo inserir pessoas negras, LGBTQI+ e mulheres no mercado tech, aliando lucros a projetos sociais de grande impacto.

Colunista do UOL*

25/02/2021 04h00

Quando falamos de tecnologia e mercado de trabalho no futuro, é muito comum que pensemos quase que exclusivamente na substituição dos profissionais por máquinas.

É claro que a automatização de processos nas empresas é real e vem acontecendo desde a primeira Revolução Industrial, mas a relação entre os dois nem sempre é de anulação. Diversas áreas têm encontrado meios de permanecer e se reinventar através da tecnologia.

Em primeiro lugar, podemos pensar que, se o avanço tecnológico é uma realidade, torna-se necessário profissionais que possam criar, produzir e desenvolver essas tecnologias.

Muitas das ocupações que temos hoje sequer existiam anos atrás, estamos cada vez mais inovando e inventando novos modos e maneiras de se produzir conteúdo e conhecimento dinâmicos.

Outro ponto importante é que as tecnologias atuam de maneira diferente no exercício das profissões, e em muitas delas é possível chegar mais longe de um modo mais fácil.

A pandemia deixou isso muito claro. Com o isolamento social, professores continuaram ensinando, mesmo que agora online. Restaurantes fecharam suas portas, mas abriram os aplicativos e passaram a ir até seus clientes.

Muitos produtores e comerciantes começaram a vender em diversas plataformas e até o Instagram entrou na onda, oferecendo várias funções para perfis de lojas.

O trabalho remoto virou realidade em empresas de diferentes segmentos, e vem sendo considerado para o período pós-pandemia também.

A verdade é que a tecnologia, assim como tudo na vida, tem seus pontos positivos e negativos.

Neste período de pandemia, a InfoPreta também precisou se reinventar. Melhorou processos e serviços, além de implementar novas tecnologias e parcerias em conjunto com prestadores de serviços que estavam parados.

A evolução tecnológica vai alterar o mercado de trabalho e a vida dos profissionais, isso é uma certeza. Claro que isso atinge negativamente também, mas a tecnologia segue apresentando opções que podem economizar tempo e dinheiro.

Outras necessidades vão sendo criadas e supridas mostrando que o futuro é agora.

* Colaborou Rhayssa Souza, jornalista e redatora de conteúdo da Infopreta

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL