PUBLICIDADE

Topo

Radar


The Division 2: Warlords of New York é a nova expansão do game em 2020

The Division 2: Warlords of New York terá foco no vilão Aaron Keener - Reprodução
The Division 2: Warlords of New York terá foco no vilão Aaron Keener Imagem: Reprodução

Makson Lima e Bruno Izidro

Colaboração para o START

11/02/2020 16h30

Resumo da notícia

  • Warlords of New York é a nova expansão de The Division 2
  • Jogadores vão voltar a Manhattam, em um mapa diferente do primeiro jogo
  • Expansão vai ser a nova base para atualizações do segundo ano de The Division 2
  • Jogo passsará também por uma reformulação de itens e especializações

A Ubisoft divulgou nesta terça-feira (11) o que os fãs de The Division 2 podem esperar para 2020. O terceiro e último episódio do primeiro ano do jogo, que já tinha sido revelado, chega em 19 de fevereiro, mas a principal novidade é mesmo Warlords of New York, nova expansão que vai ditar os rumos da série este ano.

Warlords of New York será lançada em 3 de março para PS4, Xbox One, PC e até Google Stadia e vai levar os agentes da The Division de volta para Manhattam, mas em um mapa diferente do primeiro jogo e com novidades substanciais. A convite da Ubisoft, o START jogou cerca de duas horas da expansão e contamos aqui o que esperar.

Episódio 3

Antes de irmos para a expansão, é bom mencionar o episódio 3, conteúdo extra que já tinha sido anunciado para The Division 2 e que completa esse primeiro ano do game.

De acordo com a Ubisoft, o episódio 3 vai servir como ponte, ou um prólogo, para a expansão Warlords of New York, levando os agentes até Conney Island para resgatar um virologista mantido como refém pelo grupo terrorista Patas Negras.

Assim como os episódios anteriores, o conteúdo será gratuito e adicionará novas especializações e missões PvE e PvP para os jogadores. O Episódio 3 chega em 19 de fevereiro ou amanhã, dia 12, para quem possui o passe de temporada do game,

Warlords of New York

Jogo retorna a Manhattam ainda mais destruída - Reprodução
Jogo retorna a Manhattam ainda mais destruída
Imagem: Reprodução

A primeira grande expansão para The Division 2 será a maior e mais ambiciosa da série, segundo a Ubisoft. Warlords of New York vai adicionar um novo mapa, levando os agentes de volta à metrópole, só que para a chamada Lower Manhattam, uma área que não era acessível no mapa do primeiro jogo.

Além disso, haverá um foco maior na narrativa, com uma história que se passa oito meses após o primeiro The Division e com o esquecível vilão Aaron Keener como o centro das atenções mais uma vez. Pelo visto, a Ubisoft continua com sua obsessão em vilões protagonistas, assim como acontece na série Far Cry.

Personagens do primeiro game também retornam para auxiliar os agentes em Manhattam assim como as facções de inimigos, como os Rikkers e Cleaners.

Em Warlords of New York, os jogadores deverão enfrentar os quatro generais de Keener que dominaram uma região do mapa, em uma estrutura de progressão de conquista de territórios ainda parecida com o jogo-base.

A grande diferença agora é que será possível completar as regiões em qualquer ordem, sem mais restrições de níveis apresentados no mapa.

Cada um dos generais de Keener também possui uma habilidade especial que poderá ser adquirida pelos jogadores após derrotá-los, em um esquema como os jogos de Mega Man mesmo.

Mate o chefe e ganhe a habilidade dele, igualzinho a Mega Man - Reprodução
Mate o chefe e ganhe a habilidade dele, igualzinho a Mega Man
Imagem: Reprodução

Na missão em que jogamos, chamado The Tumb, estávamos atrás do Theo Parnell, um gênio tecnológico que possui hologramas 3D de si mesmo para distrair os jogadores. Inclusive, essa mecânica é o que faz a luta contra ele bem mais interessante e estratégica do que estamos acostumados em The Division.

A missão em si, porém, segue a estrutura padrão que os jogadores de The Division estão acostumados, navegando dentro de edificações repletas de detalhes, com caixas de equipamentos aleatórios espalhadas (alguns bem escondidas, incluindo arquivos de áudio complementares a narrativa) e que levam até verdadeiros cenários de combate, onde as habilidades dos agentes (como granadas teleguiadas e drones) são essenciais para vitória.

Plano para 2020

Mesmo com a chegada de Warlords of New York, os Agentes ainda poderão retornar ao mapa de Washingtom D.C. a qualquer momento e as melhorias mecânicas e de especializações vão ser adicionas a todos os jogadores, mesmo quem não adquirir a nova expansão.

Porém, a Ubisoft deixou bem claro que Warlods of New York será o conteúdo que todas as futuras atualizações de The Disivion 2 vão se basear a partir de agora.

De acordo com a empresa, o plano é adicionar novos conteúdos em um ciclo de três meses, como se fossem minicampanhas, que terão novas missões de história, eventos paralelos e novidades na jogabilidade para os jogadores que adquirirem a expansão. Além disso, Warlords of New York terá a segunda Raid de The Division 2, chamada "The Foundry", que será lançado pouco depois do lançamento da expansão, em março.

Assim, a Ubisoft coloca The Division 2 em um modelo que já vemos em outros jogos como serviço, como Destiny 2, que adiciona uma grande expansão a cada aniversário de lançamento do game e vai acionando mais conteúdos aos messes seguintes.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol

Radar