Conteúdo publicado há 28 dias

Ana Paula Padrão: 'Não tenho que ser uma senhorinha porque passei dos 50'

Ana Paula Padrão se diz orgulhosa de integrar a geração de mulheres que contrariam a expectativa sobre a idade e o trabalho. Aos 58, ela completa dez anos como apresentadora do MasterChef (Band) após comandar os principais telejornais do Brasil e está cheia de vida para "fazer muita coisa".

Em entrevista para Splash, durante o lançamento da 11ª temporada do reality culinário, a jornalista diz se sentir jovem, curiosa e adora ser um exemplo para outras mulheres não abdicarem de seus projetos em virtude do etarismo.

Não tenho que ser uma senhorinha porque passou dos 50. Tenho muita coisa pra fazer ainda. Fui jornalista muito bem-sucedida, participo de um programa de entretenimento muito bem-sucedido e talvez eu ainda tenha uma terceira profissão, quem sabe uma quarta. Não vou parar porque as pessoas acham que mulheres não podem mais ter voz ativa aos 58.
Ana Paula Padrão

Fora da TV, a apresentadora é diretora de uma escola de negócios, atua em um grupo de mulheres com foco no mercado e realiza palestras sobre o mundo business. "Minha missão é fazer com que a próxima geração já nem lembre mais de qual é a idade daquela mulher e que se refira a ela apenas como uma pessoa interessante que é modelo pra outras."

"Me cuido e essa é a pressão que eu tenho"

Ana Paula Padrão não mede esforços para cuidar da saúde. Ela não se deixa influenciar pela pressão estética para estar deslumbrante na TV, mas trata de se cuidar por entender que o corpo "precisa funcionar bem" para seguir ativa.

Faço botox, me cuido, limpo o rosto, uso cosméticos bons, me preocupo com isso. Também tenho sorte de ter uma genética boa, que é da minha mãe que é uma mulher que parece muito jovem. O fato não é nem parecer jovem, é a gente se sentir bem dentro do corpo.

A jornalista não abre mão de treinar nem mesmo quando a sua agenda de trabalho está lotada. "O corpo é o instrumento que conduz você pela sua vida. Trato ele muito bem. Chego aqui às 8h todo dia, mas antes das oito eu já treinei durante uma hora, tomei café, tomei banho e venho pra cá."

Continua após a publicidade

Em paralelo as atividades físicas, ela aconselha a fazer visitas periódicas ao médico para evitar qualquer surpresa. "Cuido do meu corpo, da minha alimentação. Faço religiosamente check-up todo ano, alguns exames faço duas vezes. Me cuido e essa é a pressão que eu tenho sobre mim, essa máquina vai funcionar bem. Se além disso, ainda tiver com a unha feita, um batom bonito, cabelo escovado, aí é perfeito."

"Gosto muito de passar anonimamente"

Como lidar com a fama? Ana Paula Padrão se tornou famosa no Brasil ao apresentar os principais telejornais da TV e comandar o MasterChef. Ela, no entanto, não esconde que quando era correspondente internacional viveu a melhor fase por ser anônima onde morava.

A coisa que mais gostava era quando eu morava no exterior e fazia a matéria pra cá, porque aí eu era reconhecida no Brasil, mas morava num lugar onde ninguém me reconhecia. Gosto muito de passar anonimamente pelos lugares, não chego chegando em lugar nenhum. sou muito introspectiva.

Chance para comandar o MasteChef surgiu quando Ana Paula Padrão estava decidida a sair da TV. "Quando larguei o jornalismo, não queria voltar pra TV. Fui cuidar das minhas empresas, já tinha duas empresas abertas , e eu falei: 'não quero mais. Esse negócio de jornalismo é muito pesado. Quero outras coisas da minha vida. Quero abrir minha vida pra outras coisas, eu quero curtir feriado igual uma pessoa normal'".

Continua após a publicidade

Voltei pra TV pra ter uma experiência que fui convidada um ano e tanto depois, mas não tinha a vaidade de continuar na televisão. Achava que eu tinha feito o meu papel. Acho que se tivesse sido o ego, tinha tudo pra dar errado.

"Sou uma privilegiada"

Ana Paula Padrão completa dez anos como apresentadora do MasterChef (Band) em 2024. Após anos atuando como âncora dos principais telejornais do país, a jornalista se diz realizada em poder integrar um projeto de programa culinário que mudou a visão da gastronomia no Brasil.

Ao contrário dos chefes, que vêm de outra profissão, venho da TV e eu sei o quão difícil é você fazer sucesso com um programa. Sou uma privilegiada, fiz uma carreira muito bonita no jornalismo. Posso dizer que fui muito bem-sucedida nessa carreira, parei quando eu quis e eu vim pra um programa de entretenimento que nem nos meus melhores sonhos seria tão bem sucedido quanto ele foi.

No comando do MasterChef, Ana Paula Padrão tem a missão de conduzir a atração entre as provas com os cozinheiros e o trato com os jurados Henrique Fogaça, Helena Rizzo e Erick Jacquin. Além disso, ela atua como uma espécie de orientadora para ajudar a potencializar os candidatos ao posto de melhor cozinheiro do Brasil.

Continua após a publicidade

"No último episódio que a gente gravou, foi um episódio em que eu achei que eles iriam melhor numa prova do que foram. Acho que eles não foram tão bem, porque não tinham estudado direito o ingrediente. Quando terminou, fui ali no pé do mezanino e falei: 'olha, vocês precisam estudar mais. Eu tô aqui há muito tempo, sei que quem chega na final é quem estudou mais'", conta.

Não vem com esse negócio da: 'a gente não tem tempo, não dorme'. Que idade vocês têm? Tudo novinho aí, sabe? O mais velho aqui tem a minha idade. Dá pra ficar uns três meses dormindo pouco e estudando muito. Quer chegar lá? Estude muito.
Ana Paula Padrão

Ela acredita que a 11ª temporada do MasterChef será o mais grandioso em 10 anos na TV. "Não só é um bom programa, como ele tem um impacto gigantesco na cultura gastronômica do Brasil. Tenho muito orgulho de dizer isso".

Deixe seu comentário

Só para assinantes