Conteúdo publicado há 1 mês

Mulher Melão rebate crítica por 'armar' afogamento: 'Trabalho sensualidade'

A Mulher Melão, Renata Frisson, 37, rebateu crítica por "armar" um suposto afogamento na praia da Barra, no Rio de Janeiro, no domingo (19).

O que aconteceu

A modelo afirmou que não gostou de ler comentários de que havia inventado um afogamento. "Fiquei chateada. Eu trabalho com sensualidade, não com cenas completamente bizarras", iniciou ela, em entrevista ao jornal Extra.

Jamais ia querer aparecer assim, em uma situação que se corre risco de morte. Quem é do Rio sabe quantos paparazzi ficam pela praia da Barra. Foi um total constrangimento. Mulher Melão

De acordo com ela, a situação a deixou chocada. "E fica um trauma. Você vai à praia se divertir, de repente vem uma onda forte, te puxa e você perde todos os seus sentidos", disse.

A modelo explicou que tem labirintite, o que provocou o desequilíbrio na praia. "Já tinha visto na TV informações de que o mar estava perigoso, tinha bandeirinhas de alerta pela praia, mas a gente está acostumado a entrar rapidinho mesmo assim. E aí fui pega de surpresa".

Ela continuou e disse: "Eu tomei um caixote, a labirintite veio, eu me desequilibrei. Entrou muita água, fiquei toda congestionada. Quando saí, tive ânsia de vômito. Não dá para acharmos que o mar é brincadeira".

Após o choque e ser socorrida por bombeiros, ela comentou que não ficou com hematomas no corpo. "Sou muito agradecida, porque eles me atenderam prontamente e com muito respeito. Os bombeiros são os grandes heróis".

Depois de ser resgatada por bombeiros, pessoas sugeriram uma fantasia para a modelo. "Você acredita que várias pessoas me ligaram querendo me ver vestida de bombeira? Gente, pelo amor de Deus. Não tenho cabeça para pensar nisso", finalizou.

Deixe seu comentário

Só para assinantes