Conteúdo publicado há 1 mês

Prisão, traição, dívidas: as polêmicas de Belo, que hoje completa 50 anos

Belo completa hoje 50 anos — e, em meio ao fim do casamento com Gracyanne Barbosa, decidiu cancelar o festão que havia planejado para comemorar a data.

Relembre outras polêmicas que marcaram a carreira do cantor

A saída do Soweto causou polêmica — e custou caro. Belo foi vocalista do grupo entre 1993 e 2000, quando lançou sua carreira solo. Quem não gostou nada da saída dele foi Denilson, que em 1999 havia comprado os direitos da banda. Ele processou Belo por quebra de contrato e exigiu R$ 6 milhões do cantor. Em 2004, Denilson venceu o processo e Belo foi condenado a lhe pagar R$ 388 mil. A dívida só foi quitada no ano passado, quando os dois fizeram um acordo sem divulgar o valor pago.

Belo saiu do Soweto em 2000 e deu início a uma briga judicial com Denilson; o cantor voltou a se apresentar com o grupo no Domingão após 23 anos
Belo saiu do Soweto em 2000 e deu início a uma briga judicial com Denilson; o cantor voltou a se apresentar com o grupo no Domingão após 23 anos Imagem: Reprodução

Essa não é a única dívida que marcou a trajetória de Belo. Ele acumulou dívidas com Sirley Ferreira (R$ 930 mil) e Alexandre Pereira (R$ 205 mil), ambos por questões trabalhistas. Os dois entraram na Justiça pedindo prioridade nos pagamentos quando Belo teve bens penhorados pela Justiça. Além disso, Belo também foi processado por dever dinheiro aos advogados que o defenderam em outras dívidas.

Ele e Gracyanne têm dívidas conjuntas. O ex-casal foi condenado pela Justiça de São Paulo a pagar R$ 3,5 mil ao Hospital São Camilo Ipiranga, por tratamentos médicos realizados no local em dezembro de 2018. A defesa dos dois chegou a alegar que o valor já havia sido pago, mas o tribunal rejeitou o argumento. Belo e Gracyanne também precisaram sair de dois imóveis em São Paulo por atraso em aluguéis.

Belo já foi preso três vezes. A primeira, em 2002, foi uma prisão preventiva por associação ao tráfico de drogas. Ele ficou 37 dias dividindo uma cela de 6 m² com sete outros detentos. Belo conseguiu um habeas corpus e respondeu em liberdade até 2004, quando foi condenado e encontrado num quarto com paredes falsas em sua casa no Rio de Janeiro. Ele ficou preso até 2006, quando passou para o regime semiaberto, e em 2010 foi declarado livre. Nesse meio tempo, foi transferido de presídio após agentes de segurança encontrarem celulares e um videogame em sua cela. Em 2021, ele foi preso por realizar um show não autorizado durante a pandemia de covid-19. No entanto, Belo foi solto no dia seguinte.

Viviane Araujo e Belo em 2001
Viviane Araujo e Belo em 2001 Imagem: Fernanda Fernandes/Folhapress

No período que Belo passou na prisão, ele recebia visitas de Viviane Araujo. Os dois ficaram juntos entre 1998 e 2007, e o fim do relacionamento foi polêmico: Viviane recebeu cartas anônimas denunciando traições. No mesmo ano da separação, Belo assumiu o relacionamento com Gracyanne Barbosa, que passou a ser atacada por quem acreditava que ela era pivô do término. Em entrevista ao Fofocalizando em 2019, Belo afirmou: "Gracyanne nunca fez nada para Viviane. Gracyanne não tem nada a ver com o ponto final do relacionamento de Belo e Viviane Araujo. Traí ela, sim, mas não com a Gracyanne, e ela sabe disso. Nós não fomos santos nessa relação".

Deixe seu comentário

Só para assinantes