Conteúdo publicado há 3 meses

Volpato diz que novo programa no SBT é 'a cara do Brasil': 'Vai virar meme'

Regina Volpato, 56, está de volta à TV após oito meses do fim de sua passagem pelo Mulheres (TV Gazeta). A jornalista estreia no comando do Chega Mais (SBT), ao lado de Paulo Mathias e Michelle Barros, nesta segunda-feira (11) e está confiante que o projeto fará bonito mesmo com forte concorrência matinal na TV aberta.

Sei que tem apresentadoras maravilhosas no mesmo horário: Ana Maria, Patrícia Poeta, todo o pessoal do Hoje em Dia. São atrações já estabelecidas, mas eu estou muito animada, porque acho que a gente pode fazer bonito.
Regina Volpato, em entrevista a Splash

"Sem provar que eu sei fazer"

O novo projeto matinal marca o retorno de Regina Volpato ao SBT. Ela trabalhou na emissora de Silvio Santos de 2004 a 2009 e entrou para a história da TV brasileira como uma das apresentadoras do Casos de Família.

Ela não esconde a sua satisfação em estar em um projeto onde não precisou "provar" que é uma apresentadora de TV. "Sempre acho que é o melhor momento. Eu sempre acho que eu estou vivendo a melhor fase, que está tudo acontecendo da melhor maneira possível. Porém, eu não posso negar que a maneira como foi feito o convite para eu ir para o SBT foi muito especial para mim. Eu nunca tinha vivido essa experiência".

É a primeira vez que eu estou indo para o trabalho sem ter que fazer teste, sem ter que fazer prova, sem provar que eu sei fazer o que eu aprendi a fazer. Foi um convite muito carinhoso feito pela Daniela Beyrute.
Regina Volpato

Regina Volpato apresentou o Casos de Família de 2004 a 2009
Regina Volpato apresentou o Casos de Família de 2004 a 2009 Imagem: SBT/Roberto Nemanis

"Ao vivo pode acontecer de tudo"

O Chega Mais ocupará a grade semanal no SBT das 9h30 às 13h30 e terá concorrência de peso de Hoje em Dia (Record), Encontro (Globo), Mais Você (Globo), The Chef (Band), Manhã do Ronnie (RedeTV!), entre outros. "Estou muito animada. Sei que é um horário difícil, sei que tem apresentadoras maravilhosas no mesmo horário, mas estou muito animada porque eu acho que a gente pode fazer bonito".

Acho que a gente pode trazer a cara do Brasil para o programa. O SBT tem praças no Brasil todo, praças muito fortes e o SBT também é muito forte. E eu, como curiosa, como apaixonada pelo Brasil, achei o máximo a expectativa da emissora de querer trazer outras caras, outros sotaques, outras cores, outras festas, outros problemas. A gente vai ter quatro horas por dia. Então, teremos tempo para falar com todo mundo e é ao vivo. É ao vivo que pode acontecer tudo.
Regina Volpato

Continua após a publicidade

O programa será num estilo revista eletrônica e abordará assuntos que vão do cotidiano ao entretenimento. "É uma atração que vai sair do zero. Achar o tom desse programa, que é uma construção diária, só vamos achar fazendo, com o programa no ar. Podemos fazer muitas coisas antes, mas descobrir o DNA do programa, trazer o DNA do programa, é só fazendo".

O segredo para quatro horas de um programa ao vivo para Volpato é estar conectada com a realidade do seu público-alvo. "É saber o que está acontecendo em Belém do Pará. Por isso que eu gosto tanto de viajar pelo Brasil, para saber o que está acontecendo, para trazer, às vezes intuitivamente, às vezes do nada, você traz uma informação de uma experiência que você teve, de alguém que te contou alguma coisa, de uma cena que você viu. Então, esse repertório, esse colorido, na hora que você está ao vivo, eu acho que faz diferença".

Faz diferença também virar meme. Vai virar meme, vai pagar mico, vai dar errado. Vai, entendeu? Vai tropeçar. Vai dar risada e vai ter um verde no dente. Vai acontecer. Gosto quando acontece? Às vezes, não. Às vezes, sim. Mas, assim, independente do meu gosto, vai acontecer. É a vida.
Regina Volpato

Famosa nas redes sociais por dar dicas sobre relacionamento, Volpato não descarta trazer o seu conteúdo para a atração. "Ainda não sei, porque tem algumas coisas que eu não sei se cabem na televisão aberta, mas falar de relação eu estou falando sempre. É mais forte do que eu, entendeu? Porque eu acabo trazendo para o pessoal. Enfim, vamos ver. Vamos ver como vai se desenhar".

Com passagens por SBT, RedeTV! e TV Gazeta, Regina volta ao canal onde deu o pontapé na função de apresentadora, se vê vivendo um grande momento e acredita que o sucesso é consequência do trabalho. "Sucesso, fama, essas coisas eu acho que são idealizações na cabeça das pessoas. Na vida real, sucesso, para mim, é quando eu faço um bom trabalho, entendo que fiz um bom trabalho, e as pessoas também entendem que o trabalho foi bem feito".

Se soubéssemos, só faríamos sucesso. A gente só faria o que dá certo. Por isso que eu falo que é um organismo vivo. A gente não sabe, vai descobrir fazendo, vendo a reação e esse é o gostoso. Se não deu certo hoje, não tem importância, amanhã estaremos aqui de novo fazendo, e depois, depois, depois. Esse é o gostoso, é o desafio. É mais do que frio na barriga, é uma insegurança mesmo. Vamos lá, eu vou dar o meu melhor e vamos ver. Se vai rolar, se não vai rolar.
Regina Volpato

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes