Conteúdo publicado há 2 meses

'Veio para dar cabeçada': Ana Hickmann detalha agressão pela 1ª vez na TV

A apresentadora Ana Hickmann vai detalhar a agressão que sofreu do marido, Alexandre Correa, hoje no Domingo Espetacular, da TV Record. Na chamada do programa nas redes sociais, ela confirma a tentativa de cabeçada. O programa vai ao ar às 19h45.

Ana Hickmann no Domingo Espetacular:

Apresentadora confirma tentativa de cabeçada. "Ele veio sim para me dar cabeçada", disse ela a Carolina Ferraz, sobre o episódio na mansão em que moravam, em Itu, no interior de São Paulo.

Ana relata medo e diz que agressão durou muito tempo. "Comecei a gritar mesmo, ele não me soltava. Fiquei com medo dele. Sou eu que estou aqui machucada, fui machucada durante muito tempo."

Ana Hickmann foi entrevistada pelo Domingo Espetacular
Ana Hickmann foi entrevistada pelo Domingo Espetacular Imagem: Reprodução/Twitter

Ela diz que relacionamento já era tóxico antes da agressão. "Difícil reviver algumas coisas, mas agora da para falar sem chorar", afirmou Ana. Na entrevista, ela também confirma que o relacionamento com Alexandre já era tóxico e que existe uma dívida financeira.

Ana Hickmann quer que situação se resolva. "Essas lágrimas aqui são de lembrar um passado", disse, e depois afirmou esperar que a história se solucione. "É o mínimo que eu devo para mim mesma e para o meu filho, e todas as outras pessoas que também foram prejudicas."

O que aconteceu?

Ana Hickmann relata que foi agredida pelo marido. A apresentadora relatou à Polícia Civil que o executivo a pressionou contra a parede, ameaçou dar uma "cabeçada" e teve o braço pressionado em uma porta de correr. O relato da famosa foi confirmado por Correa, no dia 13 de novembro, em entrevista exclusiva à reportagem de Splash. Entretanto, ele negou que tenha dado cabeçada na mulher.

Continua após a publicidade

Apresentadora detalhou o que acontece à polícia. No boletim de ocorrência, Ana Hickmann contou que estava na cozinha, conversando com o filho, Alexandre, 10, e que o marido não gostou do conteúdo da conversa. Neste momento, os dois teriam aumentado o tom de voz e assustado a criança, que chegou a pedir para que os pais parassem de discutir.

À reportagem, Alexandre classificou a briga como uma "discussão de casal". "A Ana é minha chefe. Eu sou subordinado à Ana. Então, nós estamos falando de três relações num mesmo casal: o casamento, a sociedade e a relação de subordinação [...] Assunto ruim que não falta. Tem um monte de assunto bom, mas tem um monte de assunto chato. Tem assunto desagradável, tem assunto que você não quer falar, mas tem que falar. E como a rotina é muito grande, às vezes sobra só o final de semana para conversar."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes