Com cenas de nudez, fãs descobrem detalhe inusitado de Lancellotti em filme

"O Lado Bom de Ser Traída" chegou à Netflix e está sendo um grande sucesso. O filme brasileiro está no TOP 10 dos assistidos no país e, protagonizada por Giovanna Lancellotti, a produção tem chamado a atenção com diversas cenas de sexo e nudez.

Os momentos picantes são, em sua maioria, vividos por Lancellotti e Leandro Lima, ator que interpreta Marcos na trama.

Baseado no livro homônimo da brasileira Sue Hecker, o longa acompanha Babi (Giovanna Lancellotti), uma contadora que descobre que foi traída pelo noivo e decide transformar sua vida sexual, aventurando-se numa relação apimentada com um juiz misterioso, interpretado por Lima.

Durante as sequências nas quais a atriz aparece sem roupas, alguns espectadores descobriram um detalhe inusitado: ela tem um piercing no mamilo direito.

Continua após a publicidade

O romance erótico 'O Lado Bom de Ser Traída' ganhou um filme na Netflix
O romance erótico 'O Lado Bom de Ser Traída' ganhou um filme na Netflix Imagem: Divulgação/Netflix

Giovanna Lancellotti aparece nua em diversos momentos, no entanto, em entrevista ao Quem Pode, Pod, ela contou ter feito duas exigências: não atuaria em cenas com nu frontal, e não gravaria cenas com "língua no peito". Os pedidos foram atendidos pelo diretor Diego Freitas.

Continua após a publicidade

A atriz também não aceitou usar dublês de corpo nas sequências que teriam nu frontal. "Essa perereca não é minha", brincou.

Na mesma conversa, Lancellotti revelou que as gravações não foram fáceis, ao todo12 horas de filmagens todos os dias. Porém, ela adorou trabalhar em "O Lado Bom de Ser Traída" e disse que trabalhar ao lado de Leandro Lima, seu amigo de anos, tornou tudo mais fácil.

"Eu paniquei um pouco [no começo]. Por mais que eu quisesse um papel mais de mulher, porque tenho uma cara mais nova e eu sou brincalhona, então as pessoas acham que sou mais nova do que eu sou. Eu precisava de uma oportunidade profissional para as pessoas entenderem o outro lado, que não fosse do drama, porque dramas eu já fiz alguns", conta.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes