Conteúdo publicado há 3 meses

Filha diz que Mingau irá para clínica de reabilitação após 2 meses de UTI

Após 2 meses de UTI, o baixista do Ultraje a Rigor, Mingau, será transferido para uma clínica de reabilitação, segundo sua filha, Isabela Aglio, hoje (4). Em setembro, Mingau foi baleado na cabeça em Paraty, no Rio de Janeiro.

"Logo mais, vamos para uma clínica onde ele poderá se reabilitar. Um ambiente mais leve para compartilharmos com vocês a sua evolução", escreveu Aglio em seus stories.

"Comemoramos cada momento como uma grande vitória". A filha de Mingau aproveitou o momento para atualizar seus seguidores do quadro clínico de seu pai, afirmando que ele já passou por grandes conquistas, como "abrir os olhos, mover a cabeça, mexer dedos das mãos e pés".

Estratégia para deixar o hospital. De acordo com o último boletim médico da equipe do Hospital São Luiz, local onde Mingau está internado em São Paulo, no fim de outubro, ainda não havia "previsão de data", mas o artista estaria sem sedação e apresentava boa evolução.

[Mingau] apresenta quadro estável e resposta clínica satisfatória ao tratamento

"Não vou divulgar imagens do meu pai". No fim de outubro, também, a filha de Mingau também respondeu um fã que pediu por fotos do músico, afirmando que não iria divulgar imagens, pois Mingau está "em estado de vulnerabilidade, onde não há consentimento".

Leia o pronunciamento de Isabela Aglio:

Já passamos de dois meses na UTI. Como vocês devem imaginar, as primeiras semanas não foram nada fáceis, mas, graças a Deus e às equipes que cuidam dele no hospital, os dias de angústia ficaram para trás.

Aos poucos, comemoramos cada momento como uma grande vitória: abrir os olhos, mover a cabeça, mexer dedos das mãos e pés, até dar o sorriso mais lindo do mundo.

Continua após a publicidade

Logo mais, vamos para uma clínica onde ele poderá se reabilitar. Um ambiente mais leve para compartilharmos com vocês a sua evolução.

As pessoas podem falar o que quiserem, mas apenas quem sempre esteve ao seu lado nos bons e nos maus momentos e sem outro interesse a não ser o bem dele continua junto no dia a dia. Eu, minha mãe, meus padrinhos, meus tios e os melhores amigos da vida, que são pouquíssimos.

Agradecemos de coração a todos que fizeram preces e enviaram palavras de encorajamento. E até o próximo boletim!

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes