Conteúdo publicado há 5 meses

Gil do Vigor sofre ataque homofóbico de torcedor do Sport: 'Machuca tanto'

Gil do Vigor denunciou ataque homofóbico sofrido de um suposto torcedor do Sport, que o acusou de "envergonhar" o time por torcer pelo clube.

Em publicação no X, o ex-bbb compartilhou as ofensas preconceituosas feitas nos comentários de seu canal no YouTube, no qual o agressor diz que Gil "não se dá ao respeito" e que o Sport "não é lugar" para torcedores homossexuais por ser um "clube de macho".

"Por causa de você o Sport está virando chacota dos rivais. Vai torcer para a Barbie que é rosa ou a minhoca que é colorida. Vai arrumar uma namorada, construir uma família e dar bons exemplos para as crianças", disse o homem, que ameaçou agredir seu filho, caso ele seja homossexual.

Na legenda, Gil desabafou. "Machuca tanto isso! A única coisa que eu quero é fazer o bem, mas a pessoa vem me atacar. Mas seguirei firme, com meu orgulho".

Nos comentários da publicação do ex-bbb, o Sport se manifestou em solidariedade e repudiou a homofobia de seu suposto torcedor. "O Sport é um clube para todos. Temos muito orgulho de te ter como nosso torcedor e diretor de Diversidade e Inclusão, Gil".

Em 2021, Gil do Vigor também foi alvo de homofobia de um conselheiro do Sport, que não gostou de o ex-bbb ter feito uma coreografia no estádio Ilha do Retiro. Posteriormente, o economista, que é torcedor declarado do Leão da Ilha, se tornou diretor de Diversidade e Inclusão do clube e passou a fazer ações de combate ao preconceito no esporte.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes