PUBLICIDADE
Topo

Síndrome de Estocolmo: série da Netflix retrata bandido que inspirou termo

Colaboração para Splash, em São Paulo

05/05/2022 14h48Atualizada em 05/05/2022 15h57

"Clark", nova minissérie da Netflix, é um true crime em seis episódios inspirado em Clark Olofsson. Que, por sua vez, inspirou o famoso conceito da Síndrome de Estocolmo. Para quem não sabe, a Síndrome de Estocolmo se refere ao estado psicológico em que as vítimas desenvolvem um sentimento afetuoso por seus agressores.

A produção sueca (e falada em sueco!) é baseada na autobiografia de Olofsson, vivido por Bill Skarsgård. Durante os anos 1960, o carismático Olofsson arquitetou diversos crimes como assassinatos, assaltos a bancos e tráfico de drogas.

Ele estava no assalto de Norrmalmstorg, um banco na Suécia, que inspirou o termo Síndrome de Estocolmo. O crime, que ficou famoso no país escandinavo, ocorreu nos anos 1970, mas, desta vez, Olofsson não foi o responsável.

Ele foi obrigado a participar de um assalto a um banco há quase 50 anos. Ele foi chamado por outro bandido, Janne Olson, que exigiu da polícia que Clark —que era super carismático e o conheceu na prisão— fosse levado até o banco. Liv Brandão, editora de Splash

O sequestro aos clientes e funcionários que estavam na agência durou quase uma semana e, durante o período, os reféns desenvolveram uma simpatia pelos dois criminosos.

Rolou uma afeição, eles jogavam cartas e os próprios reféns defenderam os bandidos e temeram pela vida dos dois quando eles renderam. Até visitas das vítimas na prisão os dois criminosos receberam. Liv Brandão

A série foi gravada na Suécia e é dirigida por Jonas Åkerlund, conhecido por comandar clipes musicais de nomes como Madonna, Beyoncé, Lady Gaga, Rihanna, Metallica e U2.

'Splash Show com Zeca Camargo'

Apresentado por Zeca Camargo toda quinta e sexta, o "Splash Show" assume sua pegada mais pop, discutindo os assuntos que estão bombando nas séries, nos filmes e também na música. O programa vai ao ar às 13h no YouTube de Splash.