PUBLICIDADE
Topo

Ex-BBB Paulinha Leite dá dicas de como acertar na loteria

Filipe Pavão

De Splash, no Rio

22/03/2022 15h44

A ex-BBB Paulinha Leite diz já ter ganhado 57 vezes na loteria. No último sábado (19), ela revelou ter faturado R$ 35 mil ao acertar a quina da Mega-Sena e, por pouco, não levou o prêmio de R$ 190 milhões, que foi dividido entre duas pessoas.

Mas qual é o segredo de tanto sucesso em jogos de sorte? Em conversa com Splash, Paulinha deu dicas para quem também tenta ganhar uma bolada.

A primeira dica é: tem que jogar. Vejo muita gente dizer que queria ganhar, mas nunca jogou. Fica meio complicado, é um detalhe que as pessoas esquecem

Paulinha diz acreditar "na lei da atração". "Quando eu jogo, eu penso que vou ganhar. As pessoas jogam por jogar, elas não acreditam no que querem. Eu acredito muito no que estou fazendo. O Universo devolve".

Por fim, ela revela o hábito de observar os números no dia a dia e apostar neles. "Eu formo um jogo com os números que mais me chamam atenção... Já ganhei R$ 174 mil assim, formando jogo com número no outdoor, olhando do carro", conta.

Questionada, então, se ganhar muitas vezes na loteria é sorte ou talento, ela afirma:

É sorte. Na verdade, um pouco dos dois

Paulinha diz que vai usar o dinheiro faturado no último fim de semana para investir em ações — outro hábito da influenciadora, que trabalha com publicidade nas redes sociais, tem uma loja de roupa e apartamentos alugados. Um deles, inclusive, foi o que ganhou no "BBB 11". Na época do game, ela ainda levou três motos, um relógio e um par de óculos para casa.

Empresa de bolões

Aproveitando a fama que ganhou por essa sorte que diz ter, Paulinha montou uma empresa para fazer bolões da loteria. Mas, segundo a ex-BBB, o que faturou até hoje foi sempre em aposta individual.

Paulinha Leite - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Paulinha Leite ganhou na loteria pela 57ª vez
Imagem: Reprodução/Instagram

Desta vez, ela jogou números que costuma apostar sempre, mas também indicou os mesmos para alguns grupos da empresa. "Eu só posto no meu pessoal se o bilhete (da loteria) é meu, se eu fiz. Quando é (prêmio) da empresa, só posto no perfil da empresa", afirma.

O negócio surgiu há cerca de dois anos, após seguidores pedirem que ela compartilhasse números. Ao divulgar que as indicações deram retorno aos fãs, Paulinha começou a receber pedidos para fazer um grande bolão.

"Todo mundo começou a pedir para fazer um bolão. Pensei na ideia, sonhei com o que eu teria de fazer e fiz um bolão, uma brincadeira. Quando percebi, já não era tão brincadeira assim, meu contador queria meu fígado. Estava tudo entrando na minha conta pessoal", relembra.

A ideia de Paulinha era só fazer um bolão mesmo, a Loto Fácil da Independência, mas não parou por aí. "Depois do primeiro bolão com premiação, o pessoal queria mais, então, não dava para continuar assim. Entrei em contato com advogados para ver se era legal, tirei CNPJ e comecei a empresa", diz.

Golpes nas redes

A fama de sortuda, no entanto, fez com que Paulinha passasse a ser o 'rosto' de golpes que usam seu nome e imagem. Ela alerta que não vende cursos nem descobriu qualquer sistema que burla as loterias existentes no país.

"Usam a minha imagem para vender curso... Não tenho nada a ver com isso. São golpes dizendo que eu descobri um sistema de fora, nos Estados Unidos, que eu ganho na loteria por causa disso e agora estou vendendo. Inventam de tudo um pouco. Isso tudo é mentira", assegura.