PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho: 'O BBB 22 não pode virar colônia de férias'

Colaboração para Splash, em São Paulo

25/01/2022 15h58

A ideia do ator Tiago Abravanel de transformar o "BBB 22" em uma edição do amor foi reprovada por grande parte do público do reality show nas redes sociais. As pessoas já deixaram claro que torcem pela treta e ainda não houve nenhuma grande briga na nova temporada.

A colunista de Splash Marcelle Carvalho avalia que o apresentador Tadeu Schmidt tem o papel de dar uma alfinetada nos brothers para esquentar o jogo.

A sensação que eu tenho dessa ideia de 'BBB' do amor é que estão tentando implementar uma colônia de férias e isso não vai dar certo. O Tadeu Schmidt precisa ter o cuidado de não deixar a banda passar e flores serem jogadas o tempo todo. Ele é um pião importante no jogo para dar uma cutucada.

Aline Ramos pondera que o anti jogo proposto por Abravanel é frustrante para o público que espera uma disputa e não necessariamente uma treta no nível da protagonizada por Karol Conká no "BBB 21".

Essa proposta de 'BBB' do amor é um antijogo, as pessoas são selecionadas e não querem fazer as dinâmicas que fazem o BBB ser o BBB. Isso é frustrante para o público que gasta tempo assistindo. Quando a gente fala de treta não precisa ser com tortura psicológica nem nada criminoso, mas precisa existir algo que dê tempero ao jogo.

'Splash Vê TV'

Apresentado por Débora Miranda ao lado de Aline Ramos, Cristina Padiglione e Marcelle Carvalho, o podcast "Splash Vê TV" vai ao ar às terças-feiras, 13h, no YouTube e demais plataformas de áudio.