PUBLICIDADE
Topo

Maurílio é transferido para outro hospital; quadro do cantor ainda é grave

Maurílio - Reprodução/Instagram
Maurílio Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

20/12/2021 13h25Atualizada em 20/12/2021 13h27

Internado desde terça-feira (14) na UTI de um hospital em Goiânia, o sertanejo Maurílio, da dupla com Luiza, será transferido para outro hospital. Apesar de ter apresentado melhora neurológica e respiratória na noite de ontem, o cantor de 28 anos segue em estado grave.

Segundo nota enviada pela assessoria do artista, ele apresenta condições estáveis para a transferência, que já estava prevista desde o início da internação.

"Nas últimas 24h, foi possível desligar as medicações para manutenção da pressão, significando maior estabilidade clínica. Maurílio segue entubado, respirando espontaneamente, apenas com apoio do ventilador mecânico. Ainda segue em hemodiálise, com boa resposta da função renal durante o período", diz o texto.

Ontem, Maurílio recebeu a visita da esposa Luana Ramos na UTI. Ela relatou que conversou com ele e observou reações como choro, espasmos e tosse, o que, segundo os médicos, indica que ele estava ouvindo o que ela estava falando e, portanto, retomando a consciência.

Maurílio foi diagnosticado com tromboembolismo pulmonar após sofrer três paradas cardíacas e ficar em estado gravíssimo. Ele passou mal enquanto gravava sua participação em um DVD em Goiânia.

Confira a nota na íntegra:

O hospital informa que o Sr. Maurílio Delmont Ribeiro, que deu entrada via emergência no dia 15/12/2021, com quadro de tromboebolismo pulmonar, seguido de parada cardiorrespiratória, e estava internado na UTI da unidade, apesar de ainda estar em estado grave, apresenta condições estáveis de saúde. O quadro permitiu a transferência, como previsto desde o início, para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), nesta segunda-feira (20), onde continuará seu tratamento com cobertura pelo plano de saúde do paciente. A transferência aconteceu de forma segura, devido aos registros de condições favoráveis.

Nas últimas 24h, foi possível desligar as medicações para manutenção da pressão, significando maior estabilidade clínica. Maurílio segue entubado, respirando espontaneamente, apenas com apoio do ventilador mecânico. Ainda segue em hemodiálise, com boa resposta da função renal durante o período. Realizou tomografia de crânio neste domingo (19), sendo evidenciada inflamação e edema no sistema nervoso central, já tendo sido avaliado pela equipe de neurologia.

A equipe da operadora segue torcendo pela melhora contínua do paciente.