PUBLICIDADE
Topo

Feminista vê incitação ao estupro em hit de Israel e Rodolffo; cantor reage

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

21/11/2021 12h50Atualizada em 21/11/2021 17h38

A psicanalista feminista Manuela Xavier, que faz um trabalho de análises comportamentais nas redes sociais e é seguida por mais de 330 mil pessoas, apontou ontem um problema na letra da nova música da dupla Israel e Rodolffo, chamada "Dar Uma Namorada". Segundo a especialista, a música faz incitação ao estupro.

"Me atiçou, vai ter que dar uma namorada", diz um dos trechos no refrão. A letra interpretada por Israel e Rodolffo é de autoria de quatro compositores: Ciro Netto, Matheus Cott, Renato Campero e Thales Gui.

"Essa música escrita hoje, em 2021, com uma mentalidade de 1920 diz que se a mulher for estuprada, a culpa é dela. Porque ela atiçou, ela provocou. Qualquer semelhança com 'qual era a roupa que ela usava?', 'mas ela tava pedindo', 'mas ela tava fazendo doce' não é mera coincidência", diz Manuela Xavier no vídeo em que analisa a letra.

Veja o clipe da música:

Os compositores foram procurados por Splash. Ciro Netto classificou a análise de Manuela como algo "maliciosamente distorcido" e falou que jamais compactuaria com qualquer tipo de violência.

"O mais engraçado é que se você acompanhar a letra desde o começo está bem claro que o termo 'dar uma namorada' refere-se ao namoro, o relacionamento sério, uma vez que a música é unissex, sem gênero."

Para Matheus Cott, ao pegar um trecho da música, a psicanalista teria tirado a letra de contexto.

"Para quem escuta a música inteira, percebe que não tem nada a ver. Falamos de dois solteiros que ficam, um ilude o outro, e assim o 'vai ter que dar uma namorada' é no sentido do relacionamento".

A Universa, Manuela revelou estar sendo atacada depois da postagem e disse ter recebido muitas críticas chamando seu posicionamento como "mimimi".

Rodolffo vê exagero

O cantor Rodolffo, que participou do "BBB 21" e já havia se envolvido em uma polêmica no programa após um episódio de racismo contra João Luiz, também respondeu à psicanalista nos comentários e chamou a atitude dela de "exagerada".

"Eu acho que você está exagerando nas observações, pois a gente faz música para homem e para mulher. Uma mulher pode cantar para um homem essa letra, ela é unissex", reagiu o cantor nos comentários do vídeo.

Ele ainda fala sobre o objetivo do novo trabalho da dupla.

"É uma música alegre, descontraída, para as pessoas se divertirem cantando. Sou totalmente a favor da causa, estou com você. Agora vir criticar o meu trabalho induzindo as pessoas a pensarem que é uma música machista, não. Foi feita para mulher cantar também."

Manuela respondeu o comentário de Rodolffo dizendo que ele está equivocado duplamente.

"Eu sou uma mulher. Eu sei o que é cultura do estupro. Não será você, um homem, a me dizer o que é ou não machista. Até porque isso seria muito machista, concorda?"

Manuela Xavier ainda cobrou um posicionamento da gravadora Som Livre, responsável por lançar a música "Dar Uma Namorada".

A escritora feminista Polly Oliveira, que é seguida por 627 mil pessoas no Instagram, também compartilhou seu repúdio com a música da dupla sertaneja e questionou a gravadora.

"Som Livre, vocês escutam as músicas dos seus artistas antes? Sugerem mudanças? Visualizam possíveis problemas e assim recuam para não se associarem a refrões que reforcem violência, seja ela em qual grau for?"

Horas depois, ela arquivou o post após receber muitos questionamentos e ataques. A escritora, que anunciou hoje que está grávida, alegou que mantém seu posicionamento, mas que nada vale mais do que a saúde mental nesse momento especial da vida dela.

"Quem entendeu ok, quem não entendeu boa sorte, a vida uma hora te ensina de maneira mais didática."

Dupla reage

Horas depois da polêmica, o perfil da dupla Israel e Rodolffo fez uma postagem comemorando o sucesso da música e com um recado: "Quando o povo escolhe não tem o que discutir. Avisa lá que 'Dar Uma Namorada' é hit."

O post foi compartilhado por todos os compositores da música.

O post traz um vídeo que mostra o público do show que a dupla fez ontem em Rio Claro (SP) cantando a nova música de cor apenas 36 horas depois do lançamento. Nos comentários, Rodolffo ainda destaca: "A cabeça dos haters vão (sic) a 10000000."

Publicado há dois dias, o clipe da música nova de Israel e Rodolffo está em alta no YouTube Brasil e aparece entre os dez vídeos mais vistos da plataforma, somando mais de 3 milhões de visualizações até a tarde de hoje.

A reportagem também procurou a Som Livre para saber se haveria um posicionamento, mas ainda não teve resposta. Assim que a gravadora, os outros compositores e os artistas se posicionarem, o texto será atualizado.