PUBLICIDADE
Topo

Bombeiros retiram violão destruído de Marília Mendonça da aeronave

Colaboração para Splash, em São Paulo

06/11/2021 10h29Atualizada em 06/11/2021 17h36

Durante o programa "É de Casa", o repórter Manoel Soares mostrou ao vivo imagens do local do acidente de Marília Mendonça, que faleceu ontem em um acidente aéreo em Minas Gerais.

Nas cenas, os bombeiros retiraram o violão destruído da cantora, que exibiu o instrumento nas redes sociais antes de embarcar com destino para a cidade de Caratinga.

Além de Marília, entre os tripulantes do avião estavam o tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho e o produtor Henrique Ribeiro, que integrou a equipe do cantor Cristiano Araújo, morto em julho de 2015 após um acidente de carro em Goiânia.

O velório da cantora será hoje no Ginásio Goiânia Arena. Segundo os policiais militares que estão no local, a previsão é que o corpo da cantora chegue às 11h (de Brasília) para ser velado.

Carreira de sucesso e "sofrência"

Marília nasceu em Cristianópolis, em Goiás, e foi criada na capital do estado. Seu começo na música foi como compositora.

Entre os hits que ela escreveu antes da fama estão "Minha Herança" (João Neto & Frederico), "Muito Gelo, Pouco Whisky" (Wesley Safadão), "Até Você Voltar", "Cuida Bem Dela", "Flor e o Beija-Flor" (Henrique & Juliano), "Ser Humano ou um Anjo" (Matheus & Kauan), "Calma" (Jorge & Mateus) e "É Com Ela Que Eu Estou" (Cristiano Araújo).

Ela estreou como cantora em 2014 com um EP homônimo. O primeiro single foi "Impasse", com participação da dupla Henrique & Juliano. Já o álbum de estreia chegou em 2016, com "Marília Mendonça: Ao Vivo" — com os hits "Sentimento Louco" e "Infiel".

Marília ficou conhecida como a rainha da "sofrência" e um ícone do "feminejo" por falar em suas letras sobre amores perdidos e relacionamentos que não deram certo.

Em março de 2017, veio o segundo projeto completo, "Realidade", que contou com mais sucessos, como "Amante Não Tem Lar" e "De Quem É A Culpa". O DVD "Todos Os Cantos" saiu em 2019 e foi novamente um hit, chegando ao topo das listas no Brasil.

Um dos projetos mais recentes da cantora foi o "Patroas", com a dupla Maiara e Maraisa. A turnê foi anunciada em outubro deste ano e já tinha ingressos à venda para uma turnê em 2022. Durante a pandemia, a cantora bateu um recorde com uma live que registrou mais de 3,3 milhões de pessoas ao mesmo tempo e ainda ajudou a sertaneja a colocar 34 músicas no Top 200 do Spotify.

Marília Mendonça deixa um filho, Léo, que completará dois anos em dezembro, fruto do relacionamento com o cantor Murilo Huff.