PUBLICIDADE
Topo

Bombeiros de MG: 'Tentamos evitar a exposição desnecessária das vítimas'

De Splash, em São Paulo

06/11/2021 13h37

Em entrevista a Zeca Camargo no "UOL News", o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, falou sobre a operação de resgate do acidente que matou nesta sexta a cantora Marília Mendonça, duas pessoas de sua equipe, além do piloto e do copiloto.

Uma das maiores preocupações dos oficiais era garantir a privacidade da família e das vítimas durante o resgate. O acidente aconteceu por volta das 15h30 desta sexta-feira, em Piedade de Caratinga, em Minas Gerais.

Independentemente de ser uma pessoa famosa ou não, essa foi uma preocupação nossa: proteger as vítimas para não gerar um trauma maior para essas famílias que já estão tão sensibilizadas com essa tragédia. Mesmo que tenha havido imagens, elas foram bastante limitadas.

Ahiara explicou que a forma como se deu o impacto facilitou o resgate dos corpos.

No momento do impacto, parte da porta foi destruída, o que possibilitou acessarmos o compartimento de passageiros [onde estavam Marília e sua equipe].