PUBLICIDADE
Topo

Oscar terá palcos na Europa para acomodar indicados que não podem viajar

Estatueta do Oscar, em Los Angeles: cerimônia modificada em 2021 -
Estatueta do Oscar, em Los Angeles: cerimônia modificada em 2021

De Splash, em São Paulo

30/03/2021 14h44

O Oscar será bem diferente este ano, por causa do coronavírus: a Academia anunciou, em reunião com os indicados por videoconferência na tarde de hoje, que vai estabelecer palcos no Reino Unido (em Londres) e na França (em Paris) para acomodar aqueles que não poderão viajar até Los Angeles (EUA) para a cerimônia — que acontece em 25 de abril.

A informação é do THR. A decisão vem dias depois de a imprensa norte-americana divulgar que os indicados e seus representantes estavam irritados com a organização do Oscar por uma suposta determinação que proibiria discursos por videoconferência.

A Academia ainda incentivou, hoje, os indicados a viajarem até Los Angeles se puderem, prometendo pagar pelas diárias adicionais em hotéis enquanto eles cumprem o período de quarentena obrigatório.

A Dra. Erin Bromage, consultora de protocolos contra a covid-19 da instituição, disse ainda será montado, em Los Angeles, um estabelecimento de testagem para o coronavírus especialmente voltado para os indicados e suas equipes, visando resultados rápidos e precisos.

Riz Ahmed, indicado a melhor ator por 'O Som do Silêncio', mora no Reino Unido - Divulgação - Divulgação
Riz Ahmed, indicado a melhor ator por 'O Som do Silêncio', mora no Reino Unido
Imagem: Divulgação

Detalhes da cerimônia também foram revelados na conferência, com o produtor Steven Soderbergh dizendo que, na Union Station (onde serão entregues os prêmios), os indicados passarão por um "rodízio" dentro do auditório, a fim de não exceder o limite máximo de lotação.

Os nomeados que não estiverem dentro do auditório ficarão em pátios separados ao redor dele. "Esses ambientes serão divertidos", prometeu o coprodutor Jesse Collins, que comparou o clima do evento com uma "festa de coquetel".

O cineasta Steven Soderbergh é produtor do Oscar este ano - Divulgação - Divulgação
O cineasta Steven Soderbergh é produtor do Oscar este ano
Imagem: Divulgação

A organização não quis cravar se vai aceitar discursos por videoconferência quando um indicado perguntou o que será feito caso alguém não for capaz de viajar para nenhuma das localidades da cerimônia. Também não foi confirmado se o uso de máscara será obrigatório.

O Oscar é um espetáculo, o maior evento ao vivo do planeta. Há uma expectativa, da parte de quem nos assiste... Eles querem excelência criativa. E uma das partes mais importantes disso é a experiência comunitária [de ver todos os indicados juntos]."
Jesse Collins sobre o Oscar 2021

Aglomeração no palco, como a do Oscar de melhor filme de 'Parasita'? Difícil imaginar - REUTERS/Mario Anzuoni - REUTERS/Mario Anzuoni
Aglomeração no palco, como a do Oscar de melhor filme de 'Parasita'? Difícil imaginar
Imagem: REUTERS/Mario Anzuoni