PUBLICIDADE
Topo

'Borat' zoa Donald Trump ao ganhar Globo de Ouro: 'Contestou o resultado'

Sacha Baron Cohen levou Globo de Ouro por "Borat: Fita de Cinema Seguinte" - Reprodução
Sacha Baron Cohen levou Globo de Ouro por 'Borat: Fita de Cinema Seguinte' Imagem: Reprodução

De Splash, em São Paulo

01/03/2021 09h51

Sacha Baron Cohen não deixou de zoar Donald Trump ao vencer um Globo de Ouro por "Borat: Fita de Cinema Seguinte", na noite de ontem. O comediante, que aceitou a estatueta virtualmente, do sofá de casa, disse que o ex-presidente dos EUA estava contestando o resultado da premiação.

"Esperem aí, o Donald Trump está contestando o resultado. Ele está dizendo que muitas pessoas mortas votaram, o que não é algo muito legal de se dizer sobre os membros da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood", disse Cohen, se referindo à organização que vota no Globo de Ouro.

20 jan. 2021 - Donald Trump embarca no Marina One, saindo da Casa Branca pela última vez em seu mandato - Mandel Ngan/AFP - Mandel Ngan/AFP
20 jan. 2021 - Donald Trump embarca no Marina One, saindo da Casa Branca pela última vez em seu mandato
Imagem: Mandel Ngan/AFP

A brincadeira remete à forma como Trump e seus aliados contestaram o resultado das eleições presidenciais de 2020 nos EUA, onde o republicano perdeu a presidência para o democrata Joe Biden. Não há nenhuma evidência de fraude na disputa.

Outro alvo do ator em seu discurso foi Rudy Giuliani, advogado pessoal de Trump, que inclusive apareceu em "Borat 2", caindo em uma pegadinha bolada por Sacha e Maria Bakalova (intérprete da "filha" do protagonista no filme).

"Gostaria de dizer que esse filme não poderia ter sido feito sem o meu colega, um novo talento, gênio da comédia", afirmou Cohen. "Me refiro, óbvio, ao Rudy Giuliani. Alguém já conseguiu arrancar mais risadas do público ao simplesmente tirar as calças? Incrível. Nosso filme foi só o começo para ele".

Veja o discurso (em inglês):