PUBLICIDADE
Topo

Advogado de Trump aparece em cena comprometedora de 'Borat 2'; saiba tudo

27.09.2020 - Rudy Giuliani em coletiva na Casa Branca, em Washington (EUA) - Joshua Roberts/Getty Images
27.09.2020 - Rudy Giuliani em coletiva na Casa Branca, em Washington (EUA) Imagem: Joshua Roberts/Getty Images

De Splash, em São Paulo

21/10/2020 14h55

Com o lançamento de "Borat 2" se aproximando (o filme chega à Amazon em 23 de outubro), detalhes de algumas cenas do longa começaram a aparecer em veículos como o The Guardian, que destacou uma cena no clímax do filme "estrelada" por Rudy Giuliani.

O ex-prefeito de Nova York, que atualmente é advogado e conselheiro do presidente dos EUA, Donald Trump, é visto se reclinando em uma cama e colocando a mão dentro das calças na companhia de Maria Bakalova, a atriz que interpreta a filha de Borat, Tutar, no filme.

Borat e filha, Tutar, em outra cena do filme - Reprodução/Variety - Reprodução/Variety
Borat e filha, Tutar, em outra cena do filme
Imagem: Reprodução/Variety

A situação acontece após uma "entrevista" conduzida por Tutar, feita em nome de um veículo conservador inventado especificamente para pregar a peça no advogado de Trump. É quando a filha de Borat oferece um drinque a Giuliani, e os dois vão juntos a uma suíte de hotel equipada com câmeras.

Após retirar o microfone, Giuliani se deita na cama, tirando a camisa de dentro da calça e colocando a mão na sua região genital. Imediatamente, Borat entra no quarto e grita: "Ela tem 15 anos! É muito velha para você!".

Sacha Baron Cohen em imagem promocional de 'Borat 2' - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Sacha Baron Cohen em imagem promocional de 'Borat 2'
Imagem: Reprodução/Twitter

A cena foi gravada em julho, e Giuliani chegou a fazer um boletim de ocorrência após cair na peça do comediante Sacha Baron Cohen. Ele ligou para a polícia e descreveu como "um homem com uma roupa rosa" entrou gritando no seu quarto de hotel.

"Eu pensei: isso aqui deve ser um assalto, um esquema de chantagem, ou algo assim. Ele saiu correndo depois", contou o advogado ao New York Post. "Só percebi que provavelmente era Baron Cohen depois. Ele já enganou muita gente, mas não a mim".

Veja o trailer do filme (em inglês):