PUBLICIDADE
Topo

CCXP 2020 prevê público de 100 milhões de pessoas e quer ser Olimpíada nerd

Ana Carolina Silva

De Splash, em São Paulo

03/12/2020 04h00

A CCXP Worlds começa amanhã e espera atrair um público de 100 milhões de pessoas no mundo todo. Não, você não leu errado: os organizadores estão mesmo ambiciosos com esta edição, que será online, e querem que a comic-con brasileira vire uma espécie de "Olimpíada nerd" internacional.

Ousado, né?

Continua depois da publicidade

Splash conversou com Pierre Mantovani, o CEO (em uma explicação nerd, ele é o Tony Stark da CCXP), para entender de onde vem tanta expectativa. E ele avisou: mesmo quando a pandemia do coronavírus acabar, as edições presenciais devem dividir espaço com o evento online todo ano.

Assista à entrevista completa sobre a CCXP Worlds no vídeo acima (ou continue lendo o texto abaixo):

Não é por acaso que o mapa da CCXP Worlds parece um mundo de fantasia.

O evento é gratuito —os ingressos pagos são para quem quer participar dos workshops e masterclasses— e, de acordo com eles, será transmitido até na China. Resta saber se tudo vai funcionar na plataforma.

A gente pretende atingir mais de 50 países, 40 milhões de pessoas no Brasil e, mundo afora, mais 60 milhões. A nossa ideia é ser a Olimpíada nerd. Para ver o Usain Bolt correr, 100 mil pessoas compram a viagem. Uma mega experiência, mas milhões vão ver o Bolt correr pela TV.

Continua depois da publicidade

Para quem estiver fora do Brasil, uma parceria global da CCXP com o Facebook garante a transmissão do conteúdo. Ou seja, realmente é fácil de imaginar que a audiência total supere os 280 mil visitantes que a edição do ano passado teve em São Paulo, mas eles querem até mais do que isso.

Antes, só 3.500 pessoas viam o que acontecia na Thunder Arena. É óbvio que para quem estava lá era incrível, só que agora serão milhões. Da Nova Zelândia ao Uruguai tem gente cadastrada. Conseguimos convencer os estúdios de Hollywood. Existe um olhar mais global e um profissionalismo ainda maior.

Ao abrir o site do evento, esse é o menu que você vai encontrar a partir de sexta-feira:

ccxp worlds - divulgação/CCXP Worlds - divulgação/CCXP Worlds
Interface da CCXP Worlds, edição online do evento em 2020
Imagem: divulgação/CCXP Worlds

Cada "ilha" te levará a um lugar diferente.

A tecnologia WebGL usará o processamento da sua máquina (computador ou celular) para carregar tudo, diminuindo o tamanho dos arquivos hospedados na internet, e a engine Unreal, usada pelo game "Fortnite", vai gerar os gráficos.

Mas e aí, será que tanta tecnologia vai funcionar no seu PC?

Olha, o nosso mundo é bem menos complexo do que um 'Fortnite', mas um computador mais lento vai carregar um pouquinho mais lento. As pessoas com celular mais antigo devem sofrer um pouco mais. Mas a gente testou em todos os computadores e celulares normais de todas as pessoas da empresa.

Continua depois da publicidade

É assim que o palco da Thunder Arena vai aparecer para a gente. Muitos dos convidados famosos estarão ali no centro.

thunder arena ccxp - divulgação/CCXP Worlds - divulgação/CCXP Worlds
Imagem da Thunder Arena na CCXP Worlds
Imagem: divulgação/CCXP Worlds

A gente criou um ambiente imersivo, 360 graus. Uma cratera de meteoro com o nosso coliseu de conteúdo. Amaria ter isso na CCXP presencial, mas é impossível! Essa tecnologia é usada na série 'The Mandalorian' e filmes dos 'Vingadores', mas ninguém teve ousadia de fazer ao vivo como a gente vai fazer.

Mas esse sistema vai aguentar milhões de acessos?

Ah, vai. A gente tem uma plataforma de streaming, vou exagerar, quase tão parruda quanto o YouTube. Suporta um sem fim de pessoas penduradas. Não acho que vai ser esse o problema. A gente fez os testes, mas tem plano B, como tudo tem que ter.