PUBLICIDADE
Topo

Pandemia, 'Stranger Things' e Tarantino? A mistura de 'Utopia', da Amazon

Rainn Wilson em cena de 'Utopia', do Amazon Prime Video
Rainn Wilson em cena de 'Utopia', do Amazon Prime Video
Divulgação

Beatriz Amendola

De Splash, em São Paulo

30/10/2020 04h00

Sim, a gente sabe que o cinema e a TV estão cheios de epidemias e pandemias (e tem um monte de filmes que não deixam a gente mentir). Mas "Utopia", a nova série do Amazon Prime Video, é quase um déjà-vu de 2020:

  • Tem uma pandemia,
  • Tem um cientista ignorado,
  • E muitas teorias da conspiração.

Tudo isso embalado em um pacote que o ator Rainn Wilson (nosso eterno Dwight de 'The Office') descreveu para nós como "'Stranger Things' encontra Tarantino".

Continua depois da publicidade

Mas vamos do começo: Criada por Gillian Flynn (de "Garota Exemplar" e "Objetos Cortantes"), "Utopia" é um remake americano de uma série britânica do mesmo nome, que ficou no ar de 2013 a do 2014 e se tornou cult.

A trama acompanha um grupo de fãs obcecados por uma história em quadrinhos que, acreditam eles, lista várias ameaças à humanidade. Eles logo descobrem que os perigos da HQ são bem reais, e começam a ser perseguidos por uma organização misteriosa enquanto uma pandemia se espalha pelo mundo.

utopia - Divulgação - Divulgação
Os fãs: Ian (Dan Byrd), Wilson (Desmin Borges), Samantha (Jessica Rothe) e Becky (Ashleigh LaThrop)
Imagem: Divulgação

(Tudo isso com cenas de violência bem sangrentas, o que explica a referência ao diretor Quentin Tarantino lá em cima.)

Continua depois da publicidade

E se a coincidência da série com os eventos atuais impressiona a gente, imagina o elenco.

Estava brincando outro dia que as pessoas vão acusar Jeff Bezos [dono da Amazon] de começar a pandemia para fazer as pessoas assistirem 'Utopia', vai ser a próxima teoria da conspiração. É assustador, mas faz a série muito mais relevante.
Rainn Wilson, para Splash

Rainn interpreta o Dr. Michael Stearns, um virologista que estudou o vírus antes de ele se espalhar pelo mundo, mas que sofre com a falta de financiamento e para suas pesquisas e não é levado a sério —outros problemas bem reais.

Eu não sei o que aconteceu com a humanidade, parece que um terço das pessoas abandonaram a ciência, o método científico, as decisões baseadas em fatos, e não acreditam nos cientistas. Não sei se fazer esse personagem vai fazer uma diferença, mas estou feliz de estar ao lado da ciência.

Continua depois da publicidade
rainn wilson utopia - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

John Cusack, que participa da série como o Dr. Kevin Christie, dono de uma grande empresa farmacêutica, também ficou surpreso com esse momento "a vida imita a arte" de "Utopia". "Foi certamente perturbador, é uma loucura".

"Utopia", aliás, é a primeira série de Cusack. O ator, que nos últimos anos estrelou filmes como "The Beach Boys: Uma História de Sucesso" (2014), foi convidado por Gillian e ficou animado após ler os roteiros. "Comecei a ler às 14h e fui até às 2h. Li em uma sentada, e foi muito fácil dizer sim".

john cusack utopia - Divulgação - Divulgação
John Cusack em Utopia, da Amazon
Imagem: Divulgação

Ajuda em tempos sombrios

Desmin Borges, que na série é Wilson Wilson, um dos fãs que tentam salvar o mundo, espera que "Utopia" possa ser um escape também para quem precisa se distrair.

Continua depois da publicidade

Não estamos só lidando com uma pandemia global, estamos lidando com uma crise global de saúde mental. E acho que nossos personagens são ótimos veículos para as pessoas lidarem com esses temas de uma forma divertida, empolgante e sensível.

E Jessica Rothe, a Sam, acha que os "nerds" da série também estão passando uma ótima mensagem ao tentar salvar o mundo.

Eles não estão dizendo que é o problema de outra pessoa, eles estão dizendo 'nós temos que tomar o controle do nosso destino e descobrir como resolver essa bagunça'. E acho que é muito poderoso dizer isso agora.