PUBLICIDADE
Topo

'Enola Holmes': Millie Bobby Brown ensina feminismo a Sherlock e encanta

Henry Cavill, Millie Bobby Brown e Sam Claffin são os irmãos Holmes no filme "Enola Holmes", da Netflix
Henry Cavill, Millie Bobby Brown e Sam Claffin são os irmãos Holmes no filme "Enola Holmes", da Netflix
ROBERT VIGLASKI/Netflix

Ana Carolina Silva

De Splash, em São Paulo

22/09/2020 04h00

Millie Bobby Brown nos encantou de novo. A atriz é a estrela do filme "Enola Holmes" (dirigido por Harry Bradbeer, de "Fleabag", e produzido pela própria Millie), que chega à Netflix em 23 de setembro e já foi visto por Splash antecipadamente.

A história da detetive se passa em 1884 e diverte espectadores de todas as idades, mas Enola tem 16 anos e pode ser um símbolo para os mais jovens.

Continua depois da publicidade

Afinal, ainda temos muito a aprender com uma garota que desafia a sociedade conservadora e a necessidade de se preocupar com marido e espartilho aos 16.

Há até uma cena em que uma educadora tenta ensinar a Enola como uma mulher deve rir; assim como ela, a autora desse texto descobriu que ria do jeito errado —e provavelmente você também.

E por que Enola não deveria ensinar um pouco sobre feminismo a Sherlock, seu irmão mais velho metido a sabe-tudo que, até então, entendia (ou se importava) pouco sobre a liberdade feminina?

millie henry - ALEX BAILEY/Netflix - ALEX BAILEY/Netflix
Millie Bobby Brown e Henry Cavill em cena de "Enola Holmes"
Imagem: ALEX BAILEY/Netflix
Continua depois da publicidade

Existem dois caminhos que você pode seguir, Enola: o seu ou o caminho que os outros escolherem para você.

- Eudoria Holmes, mãe de Enola

Aqui, a personagem não é a Onze (Eleven) de "Stranger Things", mas Millie mostra tanto carisma que vale por 11.

E, ao ouvir seu sotaque britânico nativo, é inevitável lembrar do desenvolvimento de Emma Watson em "Harry Potter": ambas não são perfeitas e talvez usem demais as sobrancelhas, mas conseguem dar vida a meninas fortes e convincentes.

Quando Enola olha para a câmera e fala com o espectador, a gente não sabe se ri ou se entra no filme para protegê-la do homem adulto que quer matá-la.

Não que ela precise, já que a garota foi treinada pela mãe até no jiu-jitsu.

enola - divulgação/Netflix - divulgação/Netflix
Imagem: divulgação/Netflix
Continua depois da publicidade

De trás para frente, Enola é "alone" ("sozinha" em inglês), mas Millie não está sozinha:

O elenco tem estrelas como Henry Cavill (famoso por "Superman") no papel de Sherlock, Sam Claflin (de "Jogos Vorazes") como o chato irmão Mycroft, e Helena Bonham Carter (de "Harry Potter") como a mãe feminista Eudoria.

Helena Bonham Carter aparece pouco nas duas horas de filme por um motivo: o misterioso sumiço de Eudoria é o que move a trama e leva Enola até a mal-educada versão vitoriana de Londres.

A adolescente parte em busca da mãe, mas encontra mais problemas ao salvar a vida de um lorde (interpretado por Louis Partridge) que, ao contrário dela, tenta fugir da própria mãe.

O garoto é o oposto de Enola: cheio de etiqueta, aristocrata e... Bem, incapaz de se defender de um homicida.

Nesse caso, ele é o "donzelo" em perigo.

Com o voto dele e de outros lordes, a Inglaterra deverá decidir se aceita a participação feminina nas eleições.

Enquanto isso, a jovem senhorita Holmes reconstitui os passos da mãe para entender o que pode ter acontecido com ela.

Continua depois da publicidade

Enquanto protege o lorde, ela se lembra da frase da mãe:

Pinte sua própria imagem. Não se deixe distrair por outras pessoas, especialmente homens.

louis millie - ENOLA HOLMES. Cr. LEGENDARY ©2020 - ENOLA HOLMES. Cr. LEGENDARY ©2020
Louis Partridge e Millie Bobby Brown em "Enola Holmes"
Imagem: ENOLA HOLMES. Cr. LEGENDARY ©2020

Só é difícil evitar os homens quando dois deles (o perspicaz Sherlock e o influente Mycroft) estão na sua cola.

Por isso, a personagem precisa se disfarçar e calcular seus passos com inteligência.

enola holmes trio - ALEX BAILEY/Netflix - ALEX BAILEY/Netflix
Imagem: ALEX BAILEY/Netflix
Continua depois da publicidade

Aliás, Enola é mais inteligente do que o mistério em si.

A trama do filme não é das mais complexas. Alguns detalhes são convenientes demais e facilitam o caminho de Enola. Sim, ela é excelente no jiu-jitsu, recebeu treinamentos diversos da mãe e é veloz na corrida. Mas por que um bandido sem escrúpulos optaria por não atirar quando a pessoa que ele quer matar está desacordada?

enola holmes - divulgação/Netflix - divulgação/Netflix
Imagem: divulgação/Netflix

Nada disso, porém, tira o charme do filme.

Afinal de contas, mulheres de diferentes gerações cresceram vendo James Bond sobreviver a situações inexplicáveis na franquia "007" —e como esquecer os personagens que simplesmente usam máscaras perfeitas em "Missão: Impossível" para esconder suas identidades?

A diferença, aqui, é a história focada em lutas feministas e no que uma mãe é capaz de fazer para que sua filha seja mais livre do que ela.

Continua depois da publicidade
enola eudoria - ALEX BAILEY/LEGENDARY - ALEX BAILEY/LEGENDARY
Enola (Millie Bobby Brown) e Eudoria (Helena Bonham Carter) treinam luta no filme "Enola Holmes"
Imagem: ALEX BAILEY/LEGENDARY

Graças a isso e ao carisma de Millie Bobby Brown, "Enola Holmes" vale as duas horas de sofá e merece a atenção dos fãs de histórias detetivescas.

enola holmes cartaz - divulgação/Netflix - divulgação/Netflix
Cartaz de "Enola Holmes", filme que será lançado na Netflix em 23 de setembro
Imagem: divulgação/Netflix

E uma curiosidade...

Inicialmente, "Enola Holmes" seria lançado no cinema pela Warner, mas o coronavírus atrapalhou. A Netflix comprou o filme pronto para distribuí-lo.

O fato de não ter sido feito pela Netflix explica a ausência de um easter-egg que teria sido saboroso: ao citar as "fases" de um plano, Enola diz vários números aleatórios... Infelizmente, o 11, de Eleven, não é um deles.

Pena!

Continua depois da publicidade