PUBLICIDADE
Topo

Pedro Antunes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Com pop insosso, Fiuk nos dá motivo para mantê-lo no BBB o máximo possível

Fiuk lança o clipe "Amor da Minha Vida" - Divulgação
Fiuk lança o clipe 'Amor da Minha Vida' Imagem: Divulgação
Pedro Antunes

Pedro Antunes, ou "Pô Antunes" pra quem só me conhece pelo Instagram, é jornalista, apresentador, curador e crítico de música e cultura pop desde 2010. Escreveu no Jornal da Tarde, Estadão e foi editor-chefe da Rolling Stone Brasil. Fez mais entrevistas do se lembra, tem um "novo disco favorito" por semana e faz mini-análises de álbuns no programa Tem um Gato na Minha Vitrola, no perfil @poantunes.

Colunista do UOL

24/02/2021 16h56

"Renascido" no BBB 21 depois de uma maré de má sorte, vetos e paredão, Fiuk acaba de dar mais um motivo para mantê-lo no reality o máximo de tempo possível.

Foi lançada hoje (24) a música "Amor da Minha Vida", faixa que marca a volta do dono do hit "Quero Toda Noite", com feat de Jorge Ben Jor, às atividades de músico.

Assustadoramente insosso, o single faz estremecer só de pensar no jovem músico e drifteiro fora do BBB 21, disponível para lives e ações de divulgação desta música e das outras canções que estão por vir.

Sim, ao que tudo indica, "Amor da Minha Vida" é apenas o primeiro dos singles a serem lançados pelo artista em 2021.

Assinada por Fiuk, Titto Valle e Lucas Nage, a faixa é conduzida por uma guitarra genérica de disco music e pede por um suingue vocal que Fiuk é incapaz de entregar.

Sem encaixar os versos no flow proposto pela própria canção, Fiuk estende as sílabas em demasia.

A técnica funciona bem na primeira vez, mas torna a canção cansativa quando repetida em demasia - e enfraquece a historinha contada ali, do jovem que quer reconquistar o amor da vida dele, no clipe, essa personagem é interpretada pela atriz Gabrielle Joie.

Com um refrão repetitivo, a música consegue abrir caminho pelo cérebro do ouvinte e grudar na cabeça de quem a ouve pelo menos duas vezes. E com a força dos fandoms dele e da família (a irmã Cleo e o pai Fábio Jr.), o single deve conseguir bons números de plays.

Ainda assim, exibindo um groove similar ao apresentado pela minha tia Amélia quando dançou BTS na festa de 15 anos de uma prima alguns anos atrás, Fiuk coloca a gente em uma situação delicada de querer que ele siga confinado no BBB 21.

Por sorte, Fiuk tem se soltado na disputa, como bem apontou a mesma tia Amália (uma comentarista de reality show de primeira grandeza) e corre pouquíssimo risco de deixar a casa do BBB 21 tão cedo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL