PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Samia Abreu divide marido apenas em 'Gênesis': 'Amo minha vidinha a dois'

Samia Abreu como a Rainha Merianat: ela é a primeira esposa do faraó em "Gênesis" - Blad Meneghel/Divulgação/RecordTV
Samia Abreu como a Rainha Merianat: ela é a primeira esposa do faraó em 'Gênesis' Imagem: Blad Meneghel/Divulgação/RecordTV
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

03/09/2021 04h00

Não é todo dia que a gente pode dar pinta como rainha, não é mesmo? Samia Abreu é uma das privilegiadas que vai vestir a carapuça da toda-poderosa em "Gênesis". Na trama da RecordTV, a atriz é Merianat, Rainha do Egito, primeira esposa do Faraó Sheshi (Fernando Pavão). Sim, queridos, ele tem um séquito de mulheres a seu dispor e elas vivem todas juntas em um harém. Nada mais natural naquela época, porém, situação impensável na vida de Samia.

casal - reprodução/Instagram - reprodução/Instagram
Pedro Pires e Samia Abreu: sintonia fina dentro e fora de casa
Imagem: reprodução/Instagram

Não conseguiria, amo muito minha vidinha a dois e a gente se entende muito bem assim. Mas tudo bem também quem pensa diferente. O importante na relação é o respeito e o carinho. Se você se sente feliz assim e os outros envolvidos também, então está tudo certo", afirma a atriz, que mora com o namorado, o empresário Pedro Pires.

Vamos combinar, meu povo, que esse tipo de relação vivida por Merianat não ficou lá no Egito Antigo, né? Sem precisar puxar muito pela memória lembro de Mr. Catra. O funkeiro carioca morreu há três anos e deixou um trio de esposas, que aceitavam dividi-lo, além de 32 filhos.

Enfim...

A verdade é que em tempos de empoderamento feminino, tem que ter talento para interpretar sem julgar uma mulher que aceita, de uma maneira submissa, ser mais uma na vida de um homem. Inclusive, Samia conta que tiveram ajuda para visualizar melhor a situação:

Pensar sobre esse tema nos dias de hoje é bem estranho. Os costumes eram muito diferentes dos nossos, mas na novela são retratados com a naturalidade da época. Durante a nossa preparação, tivemos aulas com um historiador do Egito para nos ajudar a compreender mais um pouco desse universo."

Infelizmente, a gente não precisa de ajuda para saber que a sociedade ainda é bem machista, apesar dos passos largos que já demos - e continuamos a dar - para conquistas importantes. É com pesar que Samia vê que "a mudança de pensamento ainda vai demorar para acontecer".

Já evoluímos bastante, mas ainda falta muito. A gente vive em uma sociedade patriarcal, ainda comandada por homens e leva tempo até essa situação mudar. Eu vejo pela geração dos meus pais e avós, os pensamentos de que mulher tem que cuidar da casa, dos filhos e que o homem paga as contas. Foi assim na época deles", observa a atriz.

Porém, ela não perde a esperança - como todos nós!

Hoje eles já têm a noção de que isso mudou, e essa mudança está acontecendo só agora na minha geração. A minha relação com meu namorado já é bem diferente da dos meus pais e meus avós. Dividimos tudo em casa, tarefas, gastos, etc. Quando estou mais apertada no trabalho, Pedro cuida mais da casa e vice-versa. A gente se ajuda e não tem essa de que a mulher tem que fazer certa função e o homem pagar as contas", completa.

Rainha do Egito é perigosa

Então, mergulhemos no universo de Merianat. Dentro da hierarquia, ela é a primeira mulher do Faraó, que ainda possui - é o verbo que melhor enquadra nessa situação - quatro outras esposas e várias concubinas. Todas vivendo no harém dentro do palácio. Só que a Rainha de Samia tem um diferencial.

É uma mulher que faz de tudo para conseguir o que quer, muito refinada, extremamente sedutora e elegante. Ela gosta de estar sempre no controle das situações e também sabe controlar muito bem suas emoções", conta a atriz, que já tem a cabeça feita pela poderosa: "Ela usa três perucas diferentes e uns seis acessórios de cabeça, de tamanhos e pesos diversos. Tem acessório de ouro, feito na impressora 3D na medida exata da minha cabeça. Todos lindos e bem exuberantes. Para dormir ela usava os turbantes. Chegamos a fazer uma careca falsa como uma opção para as cenas dormindo, mas acabou não precisando ser usada".

Apesar da série de mulheres prontas para servir ao Faraó, que a cada noite escolhe com quem vai dormir, a trama vai se ater apenas a Merianat e Kamesha (Kizi Vaz). Não vão faltar gritaria e confusão. A própria atriz afirma que a história delas "será cheia de emoções e intrigas, porque as duas esposas são personagens de personalidade bem forte".

E como construir essa rainha, além do que se apresenta no texto? Como a personagem é da sétima e última fase de 'Gênesis', Samia teve um tempo longo para a preparação, que contou com pesquisas sobre o Egito, documentários, aulas sobre a época retratada. E, claro, o cinema.

Busquei mais referências de outras rainhas pra minha personagem e as que me marcaram foram obviamente a 'Cleópatra', interpretada pela Elisabeth Taylor, Glen Close em 'Ligações Perigosas', Natalie Portman em 'A Outra', Cate Blanchett em 'Elizabeth', Saoirse Ronan em 'As Duas Rainhas' e Claire Foy em 'The Crown'", pontua a bela, que pode ser vista também em "Chiquititas, em reprise no SBT e Netflix.

Pandemia e o medo do retorno às gravações

Sabe aquele misto de alegria e apreensão? Foi assim que Samia descreve a volta às gravações, após um período da produção parada devido à pandemia. E mesmo assim, tiveram todos que reaprender a estarem em um set, por conta dos protocolos sanitários contra a covid.

Foi um alívio, mas também dava certo medo da exposição e contato com outras pessoas. Toda semana fazíamos teste da covid e o uso da máscara era sempre obrigatório. Só tirávamos na hora de maquiar e gravar. Os camarins também eram separados. É bem estranho gravar assim, mas é tudo extremamente necessário devido ao momento que estamos vivendo", reconhece a atriz.

Todos nós tivemos e continuamos a ser impactados pela pandemia, mesmo com a vacinação e certa flexibilidade nas regras de convivência. Porém, Samia não vai esquecer do período em que parou tudo para se entocar em casa.

No início foi bem difícil, um choque para todo mundo ter que ficar tanto tempo dentro de casa. Mas eu busquei aproveitar ao máximo esse momento para cuidar mais de mim, criar novos projetos, regatar tarefas que eu havia deixado pra trás. Agora eu tento sempre manter minha mente focada no meu trabalho e na minha saúde, sempre que posso faço uma atividade física, mesmo que em casa. Não abro mão das minhas práticas de yoga e meditação, que são o que têm me mantido um pouco mais tranquila nesse momento que estamos vivendo", constata a artista.