PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

BBB 21: Quanto mais perseguem, mais próxima Juliette fica do prêmio

BBB 21: Juliette formação décimo paredão - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Juliette formação décimo paredão Imagem: Reprodução/Globoplay
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002

Colunista do UOL

05/04/2021 00h17

Diz o Axioma de Gasquez, perpetrado por Alberto Caubói no longínquo BBB de número 7: "prego que se destaca merece martelada". Tal noção se tornou uma dinâmica básica e recorrente em quase todas as edições. Inclusive nas anteriores, desde Kléber Bambam.

Quanto mais perseguido o cidadão é pelos coleguinhas de confinamento, em melhores condições aparece no coração da audiência. É a hora e a vez da Juliette Freire, a magnética.

Na formação de paredão do último domingo, foi a mais votada nas duas rodadas, tanto no confessionário quanto na sala. Empatou com Rodolffo e com Caio, em ambas as vezes foi beneficiada pelo voto de minerva da líder Viih Tube.

Mesmo assim, foi puxada pelo contragolpe. Só se salvou da berlinda por vencer a prova bate volta quase que na última rodada. Toda a situação deixou bem evidente o quanto ela é o alvo prioritário de boa parte da casa.

Cheia de fãs aqui fora, esse tipo de situação só ajuda sua estratégia de sempre se colocar como vítima das circunstâncias. É engraçado ver como o modus operandi dos realities se repete como farsa. Está cada vez mais difícil imaginar Juliette sem o prêmio da temporada.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL